Conecte-se conosco

Policial

Apreensão de drogas pela Receita em Viracopos aumenta 270%

Publicado

em

 Entrevistados dessa semana no Segundona. Foto: ACidade ON CampinasA apreensão de drogas pela equipe da Receita Federal no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, aumentou 270% de janeiro a outubro deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram apenas dez casos em 2018 e 37 neste ano.  Rodrigo Verly, auditor fiscal da Receita em Viracopos, atribui o aumento expressivo ao início das operações da rota de Campinas até o Aeroporto de Orly, em Paris, na França. O voo começou em junho de 2018, mas foi interrompido em setembro deste após a Aigle Azur, que operava a linha em acordo com a Azul, pediu falência. “Os traficantes procuram as rotas que ligam até os principais centros consumidores, como a França”, diz Verly em entrevista ao programa Segundona, do ACidade ON. Para levar o contrabando, os criminosos abusam da criatividade. Usam fundos falsos nas malas, processam cocaína para que fiquem como folhas de papel e elaboram formas de colar a droga ao corpo – quando não ingerir cápsulas e levá-la no estômago. Para ajudar na identificação dos traficantes, a Receita conta com uma equipe especial. O cachorro Black e a cadela Eika, ambos pastores-alemães. Cleiber Ferreira Black é treinado para farejar drogas e armas em bagagens, enquanto Eika faz o trabalho quando a droga está em passageiros. “O Black é treinado para arranhar os recipientes com a droga. Para não arranhar as pessoas, usamos a Eika, que é treinada para se abaixar diante de algum suspeito”, diz Ferreira. ASSISTA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:  

Fonte: https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/policia/NOT,0,0,1463425,apreensao+de+drogas+pela+receita+em+viracopos+aumenta+270.aspx