fbpx

Bancários aprovam adesão à GREVE GERAL

Reunidos em assembleia na sede do Sindicato no início da noite desta quarta-feira, 12 de junho, os bancários de Campinas e Região aprovaram adesão à greve geral, a ser deflagrada nesta sexta-feira (14). Convocada pelas centrais sindicais durante o 1º de Maio deste ano, a greve geral é contra a reforma da Previdência (Proposta de Emenda à Constituição/PEC 6), apresentada pelo governo Jair Bolsonaro no último dia 20 de fevereiro.

Em preparação à greve geral, trabalhadores e estudantes ocuparam o Largo do Rosário e ruas em Campinas, em dois momentos; no dia 15, mais de 6 mil pessoas participaram do ato contra o bloqueio e cortes de verbas para universidades e institutos federais, educação básica, ensino técnico e suspensão de bolsas de pesquisa, anunciados pelo governo Jair Bolsonaro, em abril último. No dia 30, trabalhadores e estudantes voltaram ao Largo do Rosário em nova jornada de luta em defesa da educação pública e contra a reforma da Previdência. As duas manifestações foram encerradas com passeatas. No país, nos dias 15 e 30 de maio, manifestações em várias cidades, incluindo todas as capitais e o Distrito Federal.


A greve geral é convocada pelas seguintes centrais sindicais: Força Sindical, CTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Nova Central, CGTB, CSB, UGT e CUT.

———————————–

AVISO DE GREVE

O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS DE CAMPINAS E REGIÃO, por sua Presidente, para cumprimento das exigências contidas na Lei nº 7.783/89, avisa a todas as Instituições Financeiras públicas e privadas, usuários de seus serviços e a população em geral, que os empregados pertencentes à categoria bancária da base territorial deste sindicato, dos municípios de Aguaí, Águas de Lindóia, Águas da Prata, Americana, Amparo, Artur Nogueira, Cabreúva, Campinas, Cosmópolis, Elias Fausto, Engenheiro Coelho, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itapira, Itatiba, Jaguariúna, Lindóia, Louveira, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Morungaba, Monte Mor, Monte Alegre do Sul, Nova Odessa, Pedreira, Paulínia, Santo Antonio do Jardim, Santo Antonio de Posse, São João da Boa Vista, Serra Negra, Socorro, Sumaré, Valinhos e Vinhedo, em assembleia realizada em 12/06/2019, deliberaram em paralisar suas atividades no dia 14 de junho de 2019 a partir da 00h00.

Campinas, 12 de junho de 2019.

Ana Stela Alves de Lima – Presidente

Fonte: http://www.sindicatocp.org.br/index.php?id=53&tx;_ttnews[tt_news]=9031&cHash;=4d36ffb4c3317a9b9fe3c0e120c974ae