fbpx

Bosque é o terceiro Centro de Educação Ambiental de Campinas

 

Foi de mãos dadas que cerca de 200 pessoas entre estudantes, autoridades, educadores e usuários do Bosque dos Jequitibás participaram na manhã desta quarta-feira, 3 de abril, da cerimônia de formalização daquele espaço como o terceiro Centro de Educação Ambiental (CEA) do município. A ação é fruto de uma parceria entre as secretarias de Cultura, de Serviços Públicos e do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS).

 

 

O bosque já realizava atividades de educação ambiental em seu interior mas, com a oficialização, o espaço passa a ser referência regional na área, uma vez que recebe visitantes não só de Campinas como de toda a região. O parque recebe uma média de um milhão de visitantes por ano.


 

 

Além de várias espécies de animais e plantas cadastradas, o parque urbano, de cerca de 10 hectares, conta para as atividades de educação ambiental com o Museu de História Natural, Aquário, Casa do Caboclo, trilhas, Teatro Infantil Carlos Maia, CEA Professora Egle Carneiro de Oliveira Passadore, entre outros equipamentos.

 

 

As equipes educadoras, compostas por servidores das secretarias de Serviços Públicos e de Cultura, desenvolveram projetos para estudantes do ensino fundamental e médio, e também para o público em geral. Cursos de férias, visitas mediadas, especialização e oficinas para professores também estão na programação.

 

 

De acordo com a coordenadora de Projetos e Educação Ambiental da Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS), Dominique Missio de Faria, a mata localizada no meio urbano propicia oportunidade de contato com a fauna e a flora, permitindo a sensibilização para questões relevantes sobre meio ambiente e conservação.

 

 

“As equipes dos museus e da clínica veterinária já desenvolvem atividades de educação ambiental, além de exposições com temáticas ambientais. A instituição do CEA vem reforçar este trabalho já consolidado. Além disso, a administração do Bosque incorporou a proposta e atua diretamente garantindo as condições para a efetivação das ações de educação ambiental no local”, afirma Dominique.

 

 

Centro de Educação Ambiental

 

 

 

Os Centros de Educação Ambiental estão previstos no Plano Municipal de Educação Ambiental, o qual prevê, no mínimo, quatro desses espaços no município. O primeiro deles, na Mata Santa Genebra, foi inaugurado em abril de 2018. O segundo, no Centro de Conhecimento da Água, no Parque Jambeiro, foi inaugurado no último dia 22 de março, em comemoração ao Dia Mundial da Água.

 

Cada espaço educativo desenvolve temas de acordo com a sua vocação. A meta é oferecer atividades permanentes sobre meio ambiente, com o objetivo de construir uma cultura de sustentabilidade entre adultos, jovens e crianças, alunos das escolas públicas e particulares.