Conecte-se conosco

Nossa Cidade

Campanha para intensificar vacinação contra o sarampo começa na segunda

Publicado

em

Uma nova campanha de intensificação da vacinação contra o sarampo terá início na segunda-feira, dia 10 de fevereiro, em Campinas. A iniciativa do Ministério da Saúde, à qual Campinas aderiu, é destinada para pessoas de cinco a 19 anos de idade, que ainda não tomaram as duas doses indicadas para a faixa etária.

A campanha vai até o dia 13 de março e a vacina estará disponível em todos os Centros de Saúde do município. O Dia D, de mobilização nacional contra o sarampo, será no sábado, dia 15 de fevereiro.


Ao longo da Campanha, também haverá um trabalho em escolas do município para avaliar carteirinhas de vacinação de crianças e adolescentes.

Campinas tem uma população estimada de 167.775 crianças de 5 a 14 anos de idade e de 93.965 jovens de 15 a 19 anos, de acordo com dados do Tabnet (IBGE/2019). Porém, grande parte deste público-alvo já pode ter se vacinado. Aqueles que receberem a primeira dose da vacina durante a campanha deverão voltar em 30 dias ao Centro de Saúde de referência para receber a segunda dose.

No dia D, a vacinação será realizada nos Centros de Saúde que abrem aos sábados, de acordo com o horário de funcionamento de cada um. Estarão abertas as unidades CS Vila Ipê, São Quirino, Aurélia, DIC I, Santa Lúcia, Santo Antônio, União de Bairros, Vila União, Vista Alegre, Valença e Florence. Todos os endereços e horários estão disponíveis na página da Saúde do portal a Prefeitura – www.saúde.campinas.sp.gov.br. Também haverá um posto volante no Residencial Sirius, na Avenida José Pacheco, Cidade Satélite Íris, das 8h às 16h30.

É importante que todas as pessoas que perderam a carteirinha de vacinação ou não têm registro das doses procurem o centro de saúde para atualizar o esquema vacinal. Quem tem até 29 anos deve ter duas doses comprovadas em carteira de vacinação e dos 30 aos 59 anos, a recomendação do Ministério da Saúde é de uma dose. A vacina continua disponível em todos os centros de saúde do município.

Situação da doença

Pessoas com sintomas de sarampo devem procurar imediatamente o atendimento médico e manter afastamento social. Os sinais incluem febre, conjuntivite, tosse, coriza e manchas vermelhas no corpo.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa, causada por vírus, e a única forma de interromper a cadeia de transmissão é por meio da vacina.

Em Campinas, em 2019, foram registrados 173 casos de sarampo. Destes casos, 44 são em menores de um ano; 43 são em crianças entre 1 ano e 4 anos; cinco em crianças entre 5 e 9 anos; três entre 10 e 14 anos; 13 de 15 a 19 anos; 30 são em adultos na faixa etária entre 20 e 29 anos; 23 são na faixa entre 30 e 39 anos de idade; sete entre 40 e 49 anos; e cinco casos entre 50 e 69 anos. Não houve óbitos. Ainda não há registro de casos confirmados em 2020.

Copyright ©2014-2018 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.