fbpx

Campinas propõe ações coordenadas de segurança para ministro Moro

O prefeito de Campinas e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, esteve nesta quarta-feira, 27 de fevereiro, em Brasília, em encontro com o ministro da Justiça, Sergio Moro. Dando continuidade ao diálogo com o governo federal sobre segurança pública, os cerca de 50 prefeitos representantes da FNP voltaram a destacar a necessidade de ações coordenadas para o enfrentamento à violência. O ministro Sergio Moro apresentou o Projeto de Lei Anticrime e pediu apoio para a aprovação da matéria.

 

Para o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, a temática é tão premente no anseio da população quanto saúde, mobilidade e desemprego. Nesse sentido, sugeriu que o ministro possa ser um “catalizador do governo”. A ideia é que, focando na segurança pública, o ministério seja parceiro na construção de programas de direcionamento. “Programas de educação em tempo integral e outras ações para que a gente possa ter, no futuro, uma sociedade mais saudável do que a que temos hoje”, disse.


 

Na ocasião, Jonas Donizette falou sobre o aumento da taxa de desemprego que, de acordo com dados divulgados, também nesta quarta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atinge 12,7 milhões de brasileiros. Para o presidente da FNP, o desemprego tem ligação com segurança pública. “Estamos diante de situações que não podem mais ser postergadas”.

 

“Um dos pontos focais para se enfrentar o problema da segurança é União, estados e municípios trabalharem em conjunto. Não só coordenando políticas de segurança, mas igualmente com medidas de outras naturezas”, concordou o ministro Sergio Moro.