fbpx

Campinas reduz em 33% o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito

Campinas apresentou queda de 33% no número de vítimas fatais envolvendo acidentes de trânsito na malha urbana, na comparação entre 2017 e 2018. De acordo com dados do Infosiga, foram registradas 58 mortes por acidente de trânsito no município, no ano passado. O número de vítimas fatais é o menor de toda série histórica, desde 1995, quando a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) iniciou a coleta de dados.

Como comparativo, de acordo com balanço da Emdec, em 2017 foram 86 mortes no trânsito de Campinas. Em 2013 foram 101 óbitos. Com esses dados consolidados, comparando 2013 com 2018, a redução chega a 45%. Desde o início do governo Jonas Donizette, considerando todos os dados registrados e a tendência de acidentalidade, foram 201 vidas preservadas no trânsito de Campinas.


“O trânsito é um assunto sempre espinhoso, mas nós conseguimos um resultado muito importante, que é o resultado da preservação da vida. Os números são muito expressivos”, destacou o prefeito Jonas Donizette, durante a apresentação dos dados na tarde desta quinta-feira, dia 14 de fevereiro, na Sala Azul do Paço Municipal. O evento também teve a participação do vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira; de secretários municipais, vereadores e funcionários da Administração municipal e da Emdec.

O secretário de Transportes e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro, salientou a importância do trabalho da Emdec para a redução das mortes de trânsito no município. Como apontou, a Emdec atua firmemente em três frentes: educação, engenharia de trânsito e fiscalização, tendo como norte a prevenção. “Nós temos um resultado espetacular, que nos anima, ainda mais, em nossa missão de preservação da vida. Quero parabenizar a todos os empregados da Emdec, que contribuem, diretamente, no cumprimento de nossa missão”, destacou Barreiro.

O prefeito Jonas ainda colocou um desafio: “quanto mais perto de zero (mortes), melhor. Por isso quero estimular a continuidade do trabalho realizado pela Emdec”.

Infosiga

O Infosiga é um órgão do governo do Estado de São Paulo que possui um banco de dados com estatísticas de acidentes e óbitos nas rodovias e nos trechos urbanos de todas as cidades do Estado. Um dado interessante, revelado pelo Infosiga, é que a maioria dos acidentes fatais envolvendo os municípios que compõem a Região Metropolitana de Campinas (RMC), em 2018, ocorreu na malha urbana, ou seja, dentro da cidade.

Já em Campinas, a maioria das mortes identificadas pelo Infosiga ocorreu nas rodovias, representando 51%. Em Campinas, o índice de mortes no trânsito por 100 mil habitantes, que é um dado comparativo utilizado no mundo todo, é de 4,86. Ele é comparado com índices de cidades do mesmo porte de Campinas, em países do primeiro mundo.

Em países de baixa renda, o índice de mortes no trânsito por 100 mil habitantes é de 24,1. Países de renda média, de 18,4. Países de renda alta, de 9,2. E a média no mundo é de 17,4.

Confira no site da Emdec (www.emdec.com.br) toda a apresentação sobre os dados de acidentalidade no município, em 2018.