fbpx

Campo Grande terá Parque Natural e nova base da Guarda Municipal

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, assinou as ordens de serviço (OS), na manhã desta quinta-feira, 26 de setembro, para início das obras de implantação do Parque Natural do Campo Grande e para a construção da base da Guarda Municipal na mesma área. Os equipamentos serão implantados na Avenida John Boyd Dunlop, região dos bairros Jardim Ipaussurama e Cidade Satélite Íris 1, no distrito do Campo Grande, Noroeste da cidade.

As obras são contrapartida de empreendimento imobiliário que será construído na região. O Residencial Bela Aliança – Bairro & Parque, de responsabilidade das empresas Montana e Montante Urbanismo, terá mais de 1800 lotes residenciais.


A cerimônia de assinatura das OS foi realizada no local onde será ficarão o empreendimento e o parque. As ordens de serviço autorizam o loteador a executar os serviços de acordo com os projetos aprovados pelos técnicos da Prefeitura.

“Vamos entregar o maior parque natural para a cidade de Campinas, com uma área bem maior que a Lagoa do Taquaral. O Parque Natural terá parquinho, academia, pista de caminhada, e muitos outros itens de lazer. Será aberto a toda a população. E também vamos ganhar a construção da base da Guarda Municipal para o distrito do Campo Grande”, disse o prefeito Jonas Donizette.

O Parque terá área total de 136,36 hectares. A região abrangida une dois fragmentos remanescentes de Mata Atlântica, que pertenciam às fazendas Bela Aliança e Castelo. O futuro Parque Natural fica na bacia do rio Capivari e se constitui em importante reserva de recursos hídricos, contendo várias nascentes, que serão preservadas. A previsão de entrega do Parque Natural do Campo Grande é até meados de 2020.

Junto à sede administrativa do Parque serão construídos uma base da Guarda Municipal e um Centro de Educação Ambiental. “É um trabalho conjunto que estamos fazendo pelo bem da cidade. Uma grande parceria que beneficia a todos”, disse o secretário municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio.

Relevância ecológica

O Parque Natural será uma área de preservação e de educação ambiental, assim como uma opção de lazer para a comunidade. A gleba contém espaço coberto por vegetação nativa, propiciando a implantação de uma unidade de conservação de proteção integral, com trilhas ecológicas, pesquisas e visitas monitoradas. Todo o perímetro será cercado com alambrado.

O espaço de lazer terá pista de caminhada ao redor do parque, duas quadras de futebol de areia, um campo de futebol gramado, uma academia ao ar livre com aparelhos de ginástica. As crianças terão à disposição um parque infantil, área para jogos e um espaço ecológico. O projeto contempla, ainda, uma praça e um jardim com mesas de jogos.

O Centro de Educação Ambiental terá espaço para eventos, com uma mini concha acústica e um auditório verde ao ar livre. A área verde será formada, ainda, por pomar, viveiro de mudas, horta e jardim sensorial.

O Parque tem uma área de floresta nativa e um campo de várzea, une fragmentos de vegetação e garante um corredor ecológico. Tem como limites a Rodovia dos Bandeirantes, a linha férrea e a Avenida John Boyd Dunlop.

Base da Guarda Municipal

A nova base da Guarda Municipal ficará no interior do Parque. O prédio terá área administrativa, sala para superintendentes, refeitório, depósito e dois vestiários para os guardas municipais.