Connect with us

Nossa Cidade

Comitê intensifica estratégias para combater dengue e outras arboviroses

Publicado

em

O Comitê Municipal de Prevenção e Controle das Arboviroses se reuniu na manhã desta terça-feira, dia 21 de setembro, na Sala de Resiliência a Desastres, no Paço Municipal, para discutir estratégias para o combate às doenças. Reunindo servidores de diversas secretarias municipais, a reunião abordou ainda a criação de seis eixos – Assistência à Saúde, Educação, Políticas Públicas de Resíduos Sólidos, Zoonoses, Fiscalização e Comunicação – no âmbito do Comitê, a fim de analisar e buscar assertividade dentro de cada tema.

Presente à reunião, a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea von Zuben, destacou que há uma preocupação com o risco de ocorrências de epidemias conjuntas. Também falou sobre a necessidade de união de forças entre os  órgãos da Prefeitura e a Assistência à Saúde. “Precisamos colocar as arboviroses em pauta e olhar tudo em uma cadência única. A dengue, por exemplo, é uma doença que tem muitos determinantes ambientais que exigem ações estratégicas coordenadas e condizentes com a especialidade de cada pasta”, disse.


O diretor da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado, também deu destaque ao trabalho preventivo realizado intersetorialmente com o objetivo de evitar sobrecarga à rede de saúde e aos demais órgãos que atuam na linha de frente nos serviços de emergência. “Precisamos de ações mais rápidas e efetivas para apoiar essas áreas, isso abrange desde as iniciativas mais complexas até as menores que geram impacto,” afirmou.

Educação ensina as crianças a combaterem a dengue

Durante a reunião, participantes da Secretaria Municipal de Educação apresentaram o trabalho realizado pelo Centro de Educação Infantil (CEI) Doutor Cláudio de Souza Novaes, no Jardim Florence I, com 120 crianças de 0 a 3 anos de idade. A iniciativa foi conduzida por Aline Cristina Geraldi Vassalo, orientadora pedagógica.

Segundo Marilza Aparecida Camilo, assessora da Secretaria Municipal de Educação e representante da pasta no Comitê, essas ações fazem parte do dia a dia no ensino aos pequenos e estão abarcadas no projeto pedagógico de todas as escolas municipais. “A temática (arboviroses) é desenvolvida como um projeto das escolas pois, desta forma, a equipe pedagógica faz um planejamento coletivo em que todos os assuntos relacionados à questão sejam trabalhados durante o ano letivo e em todos os ciclos”, disse.

As crianças aprendem sobre o perigo representado pelo mosquito da dengue, o Aedes aegipty, por meio de desenhos, modelagem, pintura e contação de histórias. Já a luta contra a doença é abordada de diversas maneiras como, por exemplo, circuito de desafios de combate ao mosquito, seja tampando a lata de lixo ou tirando a água dos vasos de plantas.

Continue Reading
Publicidade

Copyright ©2014-2020 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.