fbpx

Comitiva chinesa de Ningbo visita Campinas para futuras parcerias

O vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira, recebeu na manhã desta segunda-feira (4) uma delegação da cidade chinesa Ningbo. Foi uma visita de apresentação. Os chineses vieram conhecer Campinas e apresentar Ningbo às autoridades campineiras para futuras parcerias de negócios, principalmente nas áreas de tecnologia e investimentos. O secretário de Desenvolvimento Econômico, André Von Zuben, também participou da reunião.

 

A delegação de Ningbo foi quem tomou a iniciativa de procurar Campinas para contatos comerciais. Segundo Von Zuben, a proximidade que o município já tem com outras cidades chinesas facilitou o contato. “Campinas mantém relações bem-sucedidas com a China e isso despertou o interesse da comitiva de Ningbo para conhecer o município”, disse o secretário.


 

Após a exibição de vídeos que mostraram o potencial econômico das cidades, o vice-prefeito aposta em uma promissora relação com outra cidade da China. “Eu vejo que Ningbo e Campinas têm muita similaridade em logística, tecnologia e universidades e a gente tem interesse em se aproximar cada vez mais da China”, destacou Henrique.

 

O vice-secretário do governo municipal de Ningbo, Lizhao Zhang, compartilha a ideia de novas relações comerciais. “Ningbo é um dos mais potentes centros comerciais da China e eu acredito que Campinas é uma ótima cidade para os empresários chineses fazerem investimentos. Nosso foco é o comércio mútuo e, com isso, promover o crescimento de negócios para ambos os lados”, prevê Zhang.

 

No final do encontro, autoridades de Campinas e a comitiva chinesa trocaram presentes típicos de cada região e sinalizaram para um futuro intercâmbio de delegações de empresários para que os campineiros invistam na cidade chinesa e vice-versa. 

 

Após a visita à Prefeitura, os chineses foram visitar a Diretoria Executiva de Relações Internacionais (DERI) na Unicamp.

 

Relações entre Campinas e a China

 

Campinas possui uma afinidade com a China e vem tendo uma ótima relação com várias regiões do país asiático. A cidade é irmã de dois municípios chineses: Fuzhou, desde 1996, e Dongguan, a partir de 2016, quando foi inaugurado o primeiro escritório internacional do município paulista na China.

 

Campinas tem parceria comercial com a empresa chinesa BYD, que tem duas fábricas em campinas: uma de ônibus elétricos, que opera desde julho de 2015, e uma de painel solar, inaugurada em 2017. Outras empresas chinesas que atuam em campinas são a State Grid, controladora da CPFL, a Hainan Airlines, sócia da Azul, e a Huawei, fabricante de equipamentos eletrônicos.

 

Ningbo

 

Ningbo é uma das cidades mais antigas da China, com histórias desde 4800 A.C. A cidade era uma das principais de entrada e saída da Rota da Seda e depois se tornou um dos principais portos da China. O porto de Ningbo-Zhoushan é o mais movimentado do mundo em termos de tonelagem de carga e recebeu 888,96 toneladas em 2015.

 

Localizada no nordeste da província de Zheijiang, Ningbo tem cerca de 2,2 milhões de habitantes e conta com cinco universidades. A cidade chinesa também é destaque em inovação científica. Desde 2006, o município recebeu mais de 50 prêmios de ciência e tecnologia.

 

No primeiro trimestre de 2019, o Produto Interno Bruto (PIB) da cidade subiu 6,5% em comparação com o mesmo período de 2018.