fbpx

Conselho Municipal da Juventude promove eventos e define agenda para 2019

O Conselho Municipal da Juventude (CMJ) está tendo uma semana intensa na promoção de eventos voltados ao seu público-alvo. O colegiado também está debruçado sobre a elaboração do calendário de atividades para este ano, priorizando o atendimento de necessidades e pedidos dos jovens.

 

 

Na segunda-feira, 18 de fevereiro, foi realizada a primeira reunião do ano para debater a agenda de eventos do Conselho. Na terça-feira, 19, aconteceu a 1ª Ação de Empregabilidade e Feiras de Profissões. Na quarta-feira, 20, jovens de 14 a 17 anos participaram de uma oficina sobre Cidadania, Adolescência e Juventude.     


 

 

Primeira reunião de 2019

 

 

Guilherme Damasceno, presidente do CMJ, coordenou a reunião de segunda-feira. Os participantes avaliaram os resultados da Terceira Semana da Juventude, que aconteceu em novembro do ano passado, e definiram datas para a 7ª Conferência Municipal da Juventude e a 2ª Feira de Oportunidades, previstas para agosto e outubro de 2019, respectivamente.

 

 

1ª Ação de Empregabilidade e Feira de Profissões

 

 

O bairro Vida nova sediou a 1ª Ação de Empregabilidade e Feiras de Profissões, promovida na terça-feira, dia 19, em parceria com o Centro de Integração da Cidadania (CIC). O projeto reuniu cerca de 350 jovens estudantes.

 

 

Participaram da mobilização as entidades Patrulheiros Campinas, Associação de Educação do Homem de Amanhã (Guardinha), Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Espro – Ensino Social Profissionalizante e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

 

 

Durante o encontro, os presentes receberam informações sobre o Estatuto da Juventude e o Programa Identidade Jovem. Uma palestra de qualificação profissional e orientações sobre a elaboração de currículos, primeira entrevista e mercado de trabalho também estiveram na pauta.

 

 

Felipe Gonçalves, coordenador da Juventude, ressaltou a importância da iniciativa. “Queremos que 2019 seja o ano das oportunidades, que a Coordenadoria da Juventude possa gerar vagas em áreas de estudo e de formação profissional para os jovens”, afirmou.

 

 

Oficina discute Cidadania, Adolescência e Juventude 

 

 

Uma oficina sobre Cidadania, Adolescência e Juventude promovida pelo coordenador de Politicas para a Juventude, Felipe Gonçalves, foi o programa da quarta-feira, dia 20.Os jovens da turma “Ser e Conviver”, da ONG Ensino Profissionalizante (Espro), participaram do encontro, cujo objetivo é debater e destacar a importância da participação política do jovem na sociedade.

 

 

“Entendo que conversar sobre temas relativos à cidadania e direitos humanos é fundamental para a formação do jovem, principalmente do jovem adolescente, “o principal ator de transformação”, segundo Gonçalves.

 

 

Para o coordenador, é papel do Conselho dar condições para que, desde adolescentes, “os jovens participem ativamente da vida política e contribuam para a construção de uma sociedade mais justa.”