fbpx

Desafios: Campinas sedia discussão sobre Transporte e Logística

Com o tema “Transporte e Logística: Desafios e Oportunidades” o Fórum RAC 2019 foi realizado nesta quarta-feira, dia 31, em Campinas. A abertura do evento teve a presença do vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, e do prefeito de Campinas, Jonas Donizette. 

 

Ressaltando a importância de tratar um assunto tão importante quanto os abordados pelo Fórum, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, destacou que o município busca sintonia com o governo do Estado de São Paulo e que o poder público deve trabalhar também em parceria com a iniciativa privada. 


 

O prefeito também apresentou exemplos da relevância de Campinas para o País como o Aeroporto de Viracopos: “é um grande vetor de desenvolvimento para Campinas e tem grande capacidade de extensão. Além disso, há o projeto do Trem Intercidades que será um exemplo de política de mobilidade para o Brasil. Campinas e a região serão parceiros e precisamos também do envolvimento forte do governo federal. É um projeto que não pode dar errado e que unirá dois polos econômicos fortíssimos, trazendo conforto para as pessoas que terão uma viagem tranquila, rápida, segura, podendo, inclusive, usar a internet e trabalhar dentro do trem”. 

 

O diretor-geral do Grupo RAC, Moacir Teixeira Dias, também destacou que os temas são fundamentais para o estado e especialmente para a região metropolitana de Campinas que é extremamente privilegiada pela sua estrutura de transportes, “no entanto, a velocidade do crescimento da população e a sofisticação dos serviços que exige, obriga permanentemente um movimento de modernização. Esse é a expectativa de todos que aqui estão”. 

 

Convidado a palestrar no evento, o vice-governador Rodrigo Garcia falou sobre planos e investimentos a serem realizados em infraestrutura de transporte no interior e na RMC. Garcia abordou os enxugamentos na máquina pública promovidos pelo governo estadual nos primeiros seis meses do governo. Abordando as rodovias, Garcia ressaltou que o compromisso do governo é “avaliar as concessões que já estão vencendo e as que poderão passar por uma relicitação. Pretendemos finalizar nosso governo em 2022 com toda a malha rodoviária que for possível concedida à iniciativa privada. Queremos que o governo de São Paulo amplie ainda mais essas concessões pensando em mais investimentos e tarifas menores para que São Paulo atenda a logística do Brasil por meio de suas estradas”. 

 

Outro assunto da palestra foi o Trem Intercidades (TIC), que vai ligar a capital paulista a campinas, e que deverá consumir perto de R$ 7 bilhões. “Dentro desse programa de concessão e privatização do Governo do Estado de São Paulo temos o objetivo de contratar 21 projetos e dentre eles está o TIC ligando São Paulo e Campinas até Americana e depois São Paulo e outras regiões do estado. O governo do Estado está pronto para fazer o TIC”. 

 

“Os estudos de viabilidade já estão feitos e dependemos fundamentalmente da nova contratualização das ferrovias responsáveis por esses trechos. A União deve estabelecer no contrato a obrigatoriedade do compartilhamento das vias para o Governo do Estado de São Paulo para transporte de passageiros”, ressaltou Garcia. 

 

Segundo ele, o intuito é que o trem, que andará a 240 quilômetros por hora, utilize biodiesel que é menos poluente, mais econômico e eliminaria a necessidade de eletrificação. 

 

Ao todo, ao longo do dia serão realizadas quatro conferências com a participação de diversas autoridades no assunto. O Fórum RAC 2019 conta com a colaboração do Expo D. Pedro e Artesp e apoio de Viracopos Aeroportos Brasil.