fbpx

Dia da Criança é comemorado em programação especial no fim de semana

O fim de semana será lúdico e especial para a meninada. Para sábado, 12, a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, localizada no Bosque dos Italianos, programou uma agenda caprichada com uma série de atividades. No mesmo dia, o Centro Cultural Casarão recebe o primeiro trabalho solo da artista Marilia Ennes, “Cabeleira Doida”.

 

A agenda prossegue no domingo, 13, com as peças “O Mágico de Oz” e “Branca de Neve e os Sete Anões”, das companhias de teatro Arte & Manhas e Galhofas e Dramas, respectivamente, na Concha Acústica do Taquaral. Todas as atrações têm entrada gratuita.


 

Na Biblioteca Monteiro Lobato

 

Na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, que comemora 34 anos, as atividades serão realizadas das 9h às13h, com brincadeiras musicais, jogos de palavras e contação de história “De Sonho e Saudade”, com a Trupe Borboletras, formada pelas artistas Alba Brito e Gizele Panza, que apresentam os livros “Onde Mora a Saudade?” e “Do que os Sonhos são feitos?”, da autora Flaviana Machado Tannus, com ilustração de Marília Cotomacci e edição de João Proteti.

 

O dia prossegue com doação de livros, pula-pula e outras surpresas. A criançada também poderá participar da trilha da natureza e observar a diversidade da beleza do Bosque dos Italianos.

 

A programação da Biblioteca tem a parceria da Associação do Bosque dos Italianos e da Associação de Apoio ao Tratamento das Crianças Cardiopatas – Coração Curumim.

 

“Será uma manhã muito divertida, cheia de histórias para contar, então pedimos que todos cheguem no horário para não perder nadinha”, diz, entusiasmada, a coordenadora de Bibliotecas Renata Alexsandra, da Secretaria de Cultura de Campinas.

 

No Casarão

 

Espetáculo livremente inspirado nos livros “Meu Crespo é de Rainha”, de Bell Hooks, e “Cabelo Doido”, de Neil Gaiman, o espetáculo “Cabeleira Doida” é o primeiro trabalho solo de Marília Ennes, com direção de Natália Mallo. A apresentação acontece no sábado, 12, às 16h.

 

Com leveza, o espetáculo, premiado no PROAC, traz questionamentos sobre autoimagem e estereótipos de beleza. Pondera sobre o cabelo como elemento identitário e faz um convite à reflexão sobre estas questões, utilizando depoimentos de pessoas reais que dão novas camadas de sentido às peripécias da personagem.

 

A narrativa da cena é conduzida pela personagem através de passeios por diferentes níveis do palco e de técnicas de rapel e acrobacias. Emaranhados de elásticos, uma enorme espiral de ferro e uma cortina de mais de 500 metros de cordas de algodão criam mundos para suas aventuras.

 

“Importante dizer que este é um espetáculo feito especialmente por seis mãos femininas: em cena a atriz e acrobata Marília Ennes (fundadora da cia ParaladosanjoS), criação de aparelhos e coreografias aéreas de Monica Alla (fundadora do Grupo Ares) e direção e trilha sonora de Natália Mallo (“O Evangelho Segundo Jesus Rainha do Céu”).

 

Na Concha Acústica

 

No domingo, 13, a partir das 10h, a Concha Acústica do Taquaral será palco das peças “O Mágico de Oz” e “Branca de Neve e os Sete Anões”.

 

Baseado no clássico do norte-americano Frank Baum, “O Mágico de Oz”, da Cia. Arte e Manhas, o espetáculo conta a fantástica história de Dorothy, que tem sua casa levada por um furacão até o incrível mundo de Oz. Na montagem, dirigida por Leonardo Cassano, estão os figurinos fiéis ao clássico, e trilha sonora assinada por Rafael Pio.

 

Na sequência, será apresentado “Branca de Neve e os Sete Anões”, da Galhofas e Dramas. A montagem ganhou adaptação de texto de Pedro Molfi, que também assina a direção. A concepção sonora é de João D’avinha.