fbpx

Experiência de Campinas com ônibus elétrico é apresentada em seminário

 

O aprendizado e a experiência de Campinas com a inserção de ônibus elétricos na frota regular do sistema de transporte público coletivo nortearam seminário on-line com o tema “Qualidade de Ar”, organizado pelo WRI Brasil. O painel foi realizado na tarde desta quarta-feira, dia 18 de setembro, de forma remota, com participantes de Porto Alegre (RS) e Campinas, e transmitido via web.

 

 

O seminário on-line discutiu o papel das cidades em relação à qualidade do ar. O debate foi mediado por Luiza de Oliveira Schmidt, coordenadora de Desenvolvimento Urbano do WRI Brasil. Participaram do painel a gerente de Mobilidade Urbana do WRI Brasil, Cristina Albuquerque, e o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos José Barreiro.


 

 

Barreiro detalhou a iniciativa e todo o planejamento de Campinas para a utilização dos ônibus elétricos na operação do transporte público, e os impactos positivos para o meio ambiente e o sistema de saúde. “Adotamos políticas públicas que buscam alternativas para a valorização do transporte público não poluente”, frisou.

 

 

Atualmente, a frota do transporte coletivo de Campinas conta com 13 ônibus elétricos, tipo Padron. Mas a nova licitação para a concessão do transporte público, em andamento, prevê a incorporação de 319 ônibus elétricos à frota operacional, representando em torno de 44% do total de veículos. A maior parte será de ônibus articulados, pois estarão em operação nos corredores BRT (Bus Rapid Transit, Ônibus de Trânsito Rápido) Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral. Os assentos em ônibus elétricos representam mais de 52% do total da nova frota.

 

 

A licitação também prevê, além de seis áreas operacionais do transporte, a criação da chamada “Área Branca”. A “Área Branca” é uma região de circulação do transporte coletivo, no Centro, restrita a veículos de energia limpa, como ônibus elétricos ou de tecnologia não poluente. A área tem três quilômetros quadrados e perímetro de sete quilômetros.

 

 

“Com todas essas ações Campinas será, tirando algumas cidades da China, o município com a maior frota de veículos elétricos em operação no transporte público, no mundo. É um processo muito complexo. Mas, no final, trará muitos ganhos para a população e, inclusive, teremos Campinas servindo como exemplo para outras cidades”, afirmou o secretário de Transportes.

 

 

WRI Brasil

 

 

O WRI Brasil é um instituto de pesquisa que transforma grandes ideias em ações para promover a proteção do meio ambiente, além de oportunidades econômicas e bem-estar humano.

 

 

A série de seminários on-line “Qualidade do Ar no Brasil” tem o objetivo de compartilhar conhecimentos sobre qualidade do ar, apoiando a construção de coalizões e o aumento da conscientização sobre o tema no País. Os seminários debatem projetos, estudos de caso, estratégias e políticas relacionadas à redução de emissões e à melhora da qualidade do ar, em perspectiva nacional, estadual e municipal.