fbpx

Experiência de Campinas em gestão ambiental é tema de palestra

O secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS) de Campinas, Rogério Menezes, apresentou na manhã da última quinta-feira, 17 de outubro, em São Bernardo do Campo, a experiência de Campinas em gestão ambiental e sustentabilidade. 

 

A palestra integra o programa do curso de capacitação de servidores municipais sobre Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, promovido pela Prefeitura Municipal daquele município. 


 

O evento ocorreu no Anfiteatro da Pinacoteca e contou, ainda, com palestrantes do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e da UNINOVE.

 

“Ficamos honrados em ter Campinas como referência em gestão ambiental e parabenizamos o secretário José Carlos Pagliuca e o secretário adjunto Giba Marson pela iniciativa”, disse Menezes.

 

O que é a Agenda 2030

 

Assim como o Município de Campinas, a Prefeitura de São Bernardo do Campo aderiu ao Programa Cidades do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), responsável pela coordenação de ações voltadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) dentro da Agenda 2030.

 

A Agenda 2030 é um compromisso global, aprovado em 2015, quando representantes dos 193 Estados-membros da ONU se comprometeram a tomar medidas ousadas e transformadoras para promover o Desenvolvimento Sustentável. Este compromisso está registrado no documento “Transformando o Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”. Nele foram estabelecidos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, com metas e indicadores. Trata-se de uma agenda integrada e holística, que abrange de forma interdependente as questões sociais, ambientais e econômicas.

 

A agenda 2030 é composta por uma Declaração que aborda os objetivos, visão e os cinco princípios para o Desenvolvimento Sustentável: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias. O acompanhamento da agenda ocorrerá por meio do quadro de resultados, que são os ODSs, onde são controladas as 169 metas a serem atingidas até o ano de 2030. Também consta na agenda a Implementação, que trata das parcerias e das formas de executar a agenda. O documento se encerra tratando das recomendações para o acompanhamento e revisão dos resultados.