fbpx

Fórum discute trânsito como problema de saúde pública

A Câmara de Vereadores recebeu nesta sexta-feira, 10 de maio, o 1º Fórum de Segurança no Trânsito da Região Metropolitana de Campinas. O evento foi promovido pela Comissão Permanente de Mobilidade Urbana e Planejamento Viário da Casa; e integra a 5ª Semana Mundial da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre Segurança no Trânsito e o Movimento Maio Amarelo.

 

 

 

O encontro reuniu vários especialistas, que discutiram o tema: “Trânsito, um problema de Saúde Pública – necessidades de lideranças fortes para reduzir o número de lesões e mortes nas ruas e estradas”. De passagem pela Câmara para a entrega do projeto de lei criando o programa “Mais Médicos Campineiro”, o prefeito Jonas Donizette destacou a relevância do evento. “O assunto é dos mais importantes e nossos índices de acidentalidade, aqui em Campinas, são muito bons”, afirmou o prefeito Jonas.


 

 

 

Os trabalhos foram coordenados pelo vereador Carmo Luiz, atual presidente da Comissão. O secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos José Barreiro, participou do evento apresentando a palestra “Trânsito, uma questão intersetorial”. “No nosso município, nós temos a maléfica proporção de um veículo circulando para cada habitante. O que nos traz enormes transtornos”, lamentou.

 

 

 

Barreiro mostrou os dados de acidentalidade, em Campinas. O município registrou, em 2018, 65 vítimas fatais de acidentes de trânsito na malha urbana, número 24,4% menor que em 2017, quando foram 86 óbitos. É o menor número de vítimas fatais na malha urbana já registrado, desde o início da medição realizada pela Emdec, em 2003.

 

 

 

O índice de mortes no trânsito por 100 mil habitantes, dado usado mundialmente, em Campinas é de 5,44. A média mundial é de 17,4. “Atuamos, firmemente, em três grupos de trabalho: Educação, Engenharia e Fiscalização. Tendo como o Norte, a Prevenção”, revelou Barreiro.

 

 

 

A plateia foi composta por representantes de diversos segmentos e muitos adolescentes. Educadores da Emdec realizaram atividade de exposição de óculos de realidade virtual, que demonstram como a visão e os reflexos das pessoas reagem aos diversos graus de dosagem alcoólica, consumo de drogas e sono.

 

 

 

Desacelere! Viva mais

 

O Movimento Maio Amarelo chama a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. Neste ano (2019), “desacelerar” é a palavra-chave da campanha promovida pela Emdec até o dia 31 de maio.

 

 

 

Com o tema “Desacelere! Viva mais”, a campanha foi inspirada pelo movimento slow, que combate as rotinas frenéticas. A ideia é incentivar a coexistência harmoniosa no trânsito e fomentar o senso coletivo.

 

 

 

O tema foi escolhido por ter um amplo significado. “Desacelere”, no sentido de diminuir a velocidade ao dirigir ou pilotar; como também de ter mais calma ao tomar decisões, desestressar.

 

 

 

O “Viva mais” também tem duplo sentido. Viver mais, no sentido de longevidade, tendo atitudes seguras no trânsito; e, também, no sentido de desfrutar mais a vida.

 

 

 

A programação completa pode ser conferida no portal da Emdec, no no hotsite emdec.com.br/maioamarelo. Também estão disponíveis diversos materiais gráficos que poderão ser utilizados pelos parceiros do movimento.