Connect with us

Nossa Cidade

GM aborda 298 carros na Barreira Sanitária e 397 no Toque de Recolher

Publicado

em

O comitê de blitze da Prefeitura de Campinas abordou 298 carros na Barreira Sanitária e 397 no Toque de Recolher na sexta-feira, 2 de abril. As fiscalizações envolveram a Guarda Municipal, a Setec, a Secretaria de Planejamento e Urbanismo, o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) e a Emdec.

Foram fiscalizados 64 estabelecimentos, sendo que seis foram lacrados – bares e adegas -, e 540 pessoas foram orientadas. Uma motocicleta foi recolhida.


Atualmente, Campinas encontra-se na fase emergencial do Plano São Paulo, ao menos até o dia 11 de abril, com a restrição de várias atividades e a orientação de que as pessoas só saiam de casa para o que for essencial. O objetivo é evitar aglomerações e a disseminação do coronavírus.

Com o feriado de Páscoa, de sexta-feira, 2 de abril, a domingo, dia 4, os órgãos de fiscalização da Prefeitura de Campinas intensificaram as barreiras sanitárias e a operação do Toque de Recolher para coibir festas clandestinas, aglomerações e pancadões. Neste sábado, 3, a GM reforçou as ações no Centro da cidade, especialmente na rua 13 de Maio.

Na quinta-feira, 1º de abril, véspera do feriado, 335 veículos foram abordados na Barreira Sanitária e 398 no Toque de Recolher. Setenta e oito estabelecimentos foram fiscalizados. Entre eles, um foi lacrado e três foram fechados. Além disso, 577 pessoas foram orientadas e 12 motocicletas recolhidas.

Toque de Recolher

O Toque de Recolher começou em 18 de março e pretende restringir a circulação de pessoas entre 20h e 5h apenas para serviços essenciais.

As operações consistem na implantação de bloqueios em vias de maior movimento na cidade e têm o caráter educativo e de orientação. As blitze são feitas diariamente pela Guarda Municipal, em parceria com as polícias Civil e Militar, e devem ocorrer enquanto durar a Fase Emergencial em Campinas.

Durante as barreiras, os veículos são abordados e os ocupantes questionados sobre o motivo pelo qual estão na rua. As pessoas são orientadas a voltar para casa se estiverem na rua por uma razão que não seja emergencial. Não há multa ou punição.

Barreiras Sanitárias

As barreiras sanitárias têm o objetivo de evitar a circulação de pessoas de outras cidades, principalmente da Capital e Grande São Paulo, durante o feriado. Os bloqueios são realizados diariamente pela Guarda Municipal com o apoio da Polícia Civil e da Emdec.

Os carros com placas de outras cidades são parados nas barreiras e os passageiros questionados sobre a necessidade do deslocamento. Se não for caso emergencial, os ocupantes dos veículos são orientados a voltar para casa. As barreiras sanitárias foram montadas em comum acordo com as prefeituras dos municípios que fazem parte da Região Metropolitana de Campinas.

Continue Reading
Publicidade

Copyright ©2014-2020 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.