fbpx

GM ganha Base Oeste e Prefeitura doa antigo prédio para Instituto Anelo

A Base Oeste da Guarda Municipal de Campinas foi inaugurada nesta quarta-feira, dia 3 de abril, no Distrito do Ouro Verde pelo prefeito de Campinas, Jonas Donizette. Na ocasião, também foi oficializada a cessão da área da antiga base 4 da GM para o Instituto Anelo, que reformará o local para instalar sua sede própria. 

 

 

 

Duas bases serão unificadas no local: a que já funcionava na região do Ouro Verde (Base 8) e a Base do Jardim Florence (Base 4). O local abrigava a Subprefeitura do Ouro Verde, que passou a atender no Spazio Ouro Verde em 21 de novembro de 2018. O prédio da nova base foi reformado e adaptado para receber a GM e melhorar a qualidade do ambiente de trabalho dos guardas. 


 

 

 

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, ressaltou que fazer segurança pública demanda inteligência, planejamento. “A Guarda Municipal de Campinas tem uma boa avaliação por parte da população. São homens e mulheres bem treinados. Nesta nova base trabalharão 65 guardas e será mais um benefício para a região”. Os guardas que têm como base o novo local cobrem os bairros das regiões Sudoeste e Noroeste da cidade. 

 

 

 

 

O prefeito também falou sobre o intercâmbio com outras cidades, por meio do qual a GMC auxilia treinar agentes de outros municípios, e sobre novas contratações. “Na nossa Administração, já fizemos um concurso para reforçar, e foi publicado mais um edital para 60 vagas com o objetivo de ampliar o efetivo da Guarda. Em Campinas, a Prefeitura tem feito sua parte para colaborar nos assuntos de segurança”. 

 

 

 

Segundo o secretário Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio, foi um esforço conjunto para reunir as bases e oferecer ao trabalhador um espaço melhor, garantindo o atendimento do local. O secretário ressaltou que o patrulhamento continua sendo feito com as viaturas e “em momento algum, o fato de deslocar as viaturas vai retirar patrulhamento da área em que existia a outra base. Esta é uma base de apoio que servirá a toda a região”. 

 

Nova Base

 

As áreas de patrulhamento continuam as mesmas. A única mudança é que os guardas passam a se apresentar em outro endereço, de onde entram em serviço e vão para os bairros. Com a unificação, a GM terá mais efetivo nas ruas. Isso porque o pessoal que antes ficava como vigia, no trabalho administrativo e na chefia de duas bases será reduzido ao trabalho de uma. O restante vai para as ruas fazer patrulhamento.

 

O local terá: setor administrativo, vestiários masculino e feminino e refeitório.

 

Sobre a cessão de Área para Instituto Anelo

 

O Instituto Anelo ocupará a área e as instalações da antiga base 4, que fica na região do Jardim Florence na divisa com o bairro Cidade Satélite Íris. O decreto 20.098 que permite o uso do bem público municipal pelo Instituo Anelo foi publicado no diário oficial em 03/12/2018 e altera um decreto anterior, de maio de 2014, que havia cedido uma área ao lado da base para o instituto anelo, de 878,70 metros quadrados.

 

Agora, com a cessão da nova área de 2.549,96 metros quadrados e das instalações da antiga base será possível ter uma sede própria. Hoje, o Instituto ocupa um imóvel alugado. O projeto de reforma foi cedido por um grupo de arquitetos da cidade e deve custar cerca de R$ 250 mil. 

 

 

 

O prefeito também destacou a importância do trabalho feito pelo Instituto que “resgata e encaminha vidas por meio da música. Nós doamos a área e hoje fizemos uma entrega simbólica das chaves do Instituto Anelo. Tenho certeza de que não poderia ter uma destinação melhor do que esse aproveitamento que será feito pelo Anelo. Continuaremos a cuidar de segurança lá, mas as armas serão outras”. 

 

Fundador do Instituto Anelo, Luccas Soares, assim que soube que a guarda deixaria o local, entrou com pedido para a Prefeitura ceder as instalações e foi atendido pelo prefeito Jonas Donizette. “É um momento de muita gratidão, muito especial. Assim que o prefeito assumiu, ele teve sensibilidade com o Instituto e com a nossa luta. A gratidão nos move e tem nos levado para lugares interessantes. Este ano vamos representar Campinas pela primeira vez no festival de jazz na África do Sul”, contou. Luccas também lembrou que o Anelo tem representado os campineiros na Itália pelo quinto ano consecutivo e em programas de televisão como o do apresentador Luciano Huck.

 

 

 

O Instituto Anelo é uma associação civil sem fins lucrativos que oferece aulas gratuitas de música para a população da região noroeste de campinas. Desde sua fundação, cerca de 3.500 pessoas já passaram como alunos pelo instituto, que tem 20 professores, duas assistentes sociais e diretores, que trabalham de maneira voluntária. Atualmente, atende cerca de 480 pessoas, a partir de 6 anos de idade, com o aluno mais velho com 77 anos.

 

 

O evento também teve a presença de autoridades legislativas, secretários municipais e da presidente do Instituto Anelo, Siegrid Klein.