fbpx

Habitação oferece rosas e bombons no Dia Internacional da Mulher

A Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab-Campinas) e a Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) realizaram uma ação especial para celebrar o Dia Internacional da Mulher, nesta sexta-feira, dia 8 de março. Logo pela manhã, as funcionárias chegavam e já eram recepcionadas por homens de terno e gravata e, após o início do expediente, cada uma recebeu em seu local de trabalho um botão de rosa e um bombom simbolizando a gratidão de todos os funcionários. A surpresa foi geral.

 

A chefe do setor administrativo da Sehab, Tatiana do Vale Garcia Ferreira gostou da homenagem. “É importante esse reconhecimento. Agradecemos a homenagem, mas nós mulheres precisamos de muito mais. Nós somos iguais e exigimos não somente os mesmos deveres mas também os mesmos direitos”, concluiu.


 

Para a coordenadora de Recursos Humanos da Cohab-Campinas, Lairce Cardoso Aniceto da Silva, o reconhecimento é muito importante. “Todos os anos, fala-se tanto sobre o dia das mulheres. Uns concordam com o que a data representa, outros não. Uns acham merecido, outros não. Isso não tem a menor importância. Afinal, opiniões existem para serem respeitadas. Na verdade, o que mais importa pra mim é que é muito bom ser lembrada seja por um momento, por uma palavra ou um gesto. É muito bom ser reconhecida por algo que fez ou pela pessoa que é. Isso não tem preço”, disse.

 

Segundo o secretário de Habitação e presidente da Cohab-Campinas, Samuel Rossilho, a homenagem é mais do que justa. “A Bíblia Sagrada narra que, depois de haver criado o homem, Deus viu que não era bom que aquele homem ficasse sozinho e decidiu criar para ele uma auxiliadora idônea. Mas a mulher não se limitou somente a ocupar um lugar secundário na vida do homem, pelo contrário, ao longo dos tempos, ela foi assumindo seu papel de protagonista na história. Aqui, então, elas são maioria e representam a força motora da Cohab e da Sehab”, afirmou.

 

Para marcar a data, também foi organizado um painel interno com fotos das funcionárias. As fotos foram realizadas pelo fotógrafo Toninho Oliveira com apoio a Coordenadoria de Informática e Gestão de Dados da Coab-Campinas (CIGD).

 

A ideia de criar o Dia da Mulher surgiu no final do século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho e também pelo direito ao voto.