fbpx

Hoje é o último dia para se inscrever no concurso público da Prefeitura

Hoje é o último dia de inscrição para o concurso público da Prefeitura de Campinas, que prevê o preenchimento de 266 vagas em diversas áreas . As relações de inscritos e candidatos por vaga serão divulgadas posteriormente, após os pagamentos das inscrições serem processados. As inscrições devem ser feitas pela internet, no site da Vunesp (www.vunesp.com.br).

 

A taxa de inscrição, que deve ser paga até 1º de agosto, quinta-feira, é de R$ 38,50 para cargos que exigem ensino fundamental; R$ 52,50 para os de ensino médio e R$ 78,50 para os de nível superior.


 

O salário base também varia de R$ 2.156,00 a R$ 8.232,52, de acordo com o cargo. Além do salário, os que forem admitidos terão direito ao auxílio-alimentação no valor atual de R$ 1.041,51, que foi reajustado após a publicação dos editais, e vale-transporte, que é um benefício opcional, a ser utilizado dentro do município de Campinas, e concedido mediante desconto de 3% dos vencimentos. Para algumas categorias, também são pagos adicionais, o que está previsto em lei e também nos editais.

 

Para a coordenadora de Concursos, Recrutamento e Seleção, Juliana Miorin, é importante que os candidatos fiquem atentos aos prazos e às exigências previstas no edital. “Quem for se inscrever deve ler atentamente o edital, verificar todas as exigências previstas e também os prazos, além de tomar conhecimento das atribuições dos cargos, para ver se o seu perfil se encaixa com as atividades, e somente após isso preencher corretamente a ficha de inscrição, gerar o boleto e efetuar o pagamento do valor referente ao cargo selecionado. Importante ressaltar que se o pagamento não for efetivado até dia 1º de agosto, a inscrição não será efetivada”, explicou Juliana.

 

Os editais podem ser acessados no Suplemento do Diário Oficial do dia 1º de julho, no banner “Concursos 2019” e no link Concursos e Empregos, disponíveis no portal da Prefeitura (www.campinas.sp.gov.br), ou ainda no site da Vunesp, empresa responsável pelo concurso (www.vunesp.com.br).

 

Os concursos terão validade de dois anos após sua homologação, podendo ser prorrogados por igual período. Durante este período, podem ser autorizadas outras vagas de acordo com a necessidade do serviço público, além das que estão sendo ofertadas nos editais. Confira abaixo a relação completa de vagas.

 

Provas

 

As provas dos concursos públicos estão previstas para o mês de setembro de 2019.

“Os candidatos que tiverem interesse em mais de um cargo devem ficar atentos às datas e horários previstos, para não correrem o risco das provas serem no mesmo horário”, explicou Juliana.

 

Para alguns cargos, como Guarda Municipal, há mais de uma fase, o que também deve ser observado pelo candidato.

 

Cargos e vagas:

 

Para os concursos de 2019 estão sendo oferecidas 266 vagas:

 

– 20 para agente administrativo,

 

– 5 para agente de apoio à saúde (farmácia),

 

– 2 para agente de fiscalização,

 

– 2 para agente fiscal tributário,

 

– 1 para analista de gestão de pessoas,

 

– 2 para analista de tecnologia da informação,

 

– 2 para arquiteto,

 

– 1 para auditor de controle interno,

 

– 2 para auditor fiscal tributário municipal,

 

– 5 para auxiliar de saúde bucal,

 

– 2 para contador,

 

– 2 para coordenador pedagógico,

 

– 2 para dentista,

 

– 1 para desenhista,

 

– 1 para economista,

 

– 5 para enfermeiro,

 

– 1 para engenheiro ambiental,

 

– 5 para engenheiro civil,

 

– 2 para engenheiro elétrica,

 

– 1 para engenheiro de saúde e segurança do trabalho,

 

– 2 para especialista em informação – biblioteconomia;

 

– 2 para farmacêutico,

 

– 2 para fisioterapeuta,

 

– 60 para Guarda Municipal (10 para GM Feminina e 50 para GM Masculino),

 

– 2 para instrutor de surdos,

 

– 71 vagas para médicos (15 para médico da família e comunidade, 20 para clínico geral, 15 para ginecologia e obstetrícia, uma para medicina do trabalho, 15 para pediatra, cinco para psiquiatra)

 

– 1 para médico veterinário,

 

– 2 para nutricionista,

 

– 45 para professores (20 para educação infantil, 10 para anos iniciais, cinco para geografia, cinco para matemática e cinco para educação especial),

 

– 5 para psicólogo,

 

– 2 para supervisor educacional,

 

– 2 para técnico em agrimensura,

 

– 2 para técnico em edificações,

 

– 2 para técnico em análises clínicas

 

– 2 para técnico em segurança do trabalho.