fbpx

Intervenções de Recursos Humanos qualificam atendimento na SMASDH

Qualificar o atendimento à população usuária da política de Assistência Social e aos demais serviços ofertados pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (SMASDH) é o objetivo central das ações implementadas pela Pasta na área de recursos humanos. Além da convocação de novos servidores concursados, estão em andamento o programa Gestão Integrativa voltado aos gestores e o Processo Seletivo Interno de Remanejamento dos Servidores da Secretaria.

 

Dezenove novos servidores estão em processo de convocação pelo Concurso Público, sendo 13 assistentes sociais, quatro agentes de ação social e dois intérpretes de Libras. 


 

Estabelecendo uma diretriz de proporcionar reconhecimento aos servidores e a qualificação nas atividades das diversas áreas, a Secretaria abriu um amplo processo de remanejamento nos postos de trabalho.

 

“Antes de chamarmos os novos profissionais, realizamos o processo seletivo interno de remanejamento dos nossos servidores para toda a Secretaria. Assim, além de sinalizar a importância que nossos servidores têm para a gestão da Secretaria conseguimos cumprir muitos pedidos antigos de funcionários que tinham interesse em mudar de local de trabalho. Essas ações buscam a qualificação de cada função e nosso reconhecimento à força de trabalho dos servidores”, falou a secretária Eliane Jocelaine Pereira.

 

A secretária ressaltou ainda que o processo seletivo garantiu a transparência no remanejamento de pessoal efetivo que havia mostrado interesse em mudar de local de trabalho. “No total, 66 servidores se inscreveram; 38 indicaram vagas para serem remanejados. Desses, 31 tiveram êxito na mudança e passarão, gradativamente, a atuar nos locais escolhidos”, contou Eliane. 

 

Este é o caso da cozinheira Renata Cristina de Marco Ângelo que ingressou no serviço público em 1998. Desde então aguarda a oportunidade de trabalhar numa unidade próxima da sua casa. Moradora do Parque Itajaí, Renata precisava de dois ônibus para chegar ao local de trabalho na Vila Formosa, um deslocamento de quase duas horas. Agora que passou a trabalhar no CRAS Satélite Íris, o percurso é de 20 minutos de ônibus.

 

“Estava aguardando essa mudança desde que entrei na Prefeitura, há 22 anos.  E essa oportunidade chegou com o Sercais – uma plataforma onde lançam as vagas disponíveis e os interessados marcam as opções. Eu estou muito feliz aqui. Chego bem mais rápido e fico menos cansada”, falou.

 

De acordo com Renata, esse sistema de remanejamento é muito positivo porque abre para todos os servidores da SMASDH a possibilidade de mudar o local de trabalho, seja para mais perto de casa ou um lugar que tenha mais afinidade com o serviço a ser realizado. 

 

O Sercais, citado pela servidora, é o Processo Seletivo Interno de Remanejamento dos Servidores, sistema implantado pela Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, para facilitar o processo de remanejamento de servidores efetivos. A equipe do Departamento responsável pela Gestão Orçamentária e Financeira da Pasta lança as vagas disponíveis numa plataforma web. Os interessados fazem a opção e passam pelo processo seletivo interno que culminará com a mudança ou permanência no local de trabalho.

 

Gestão Integrativa

O Programa de Gestão Integrativa tem como objetivo principal orientar os gestores – secretário, diretores, coordenadores e chefes de setor da SMASDH, para qualificar as relações interpessoais no dia a dia de trabalho. Criado em 2013, o programa oferece atividades trimestrais por meio de palestras, reflexões, exposições e dinâmicas.

 

A última ação foi realizada com a equipe do Departamento de Promoção à Saúde do Servidor (DPSS) da Secretaria de Recursos Humanos. Na ocasião, foram esclarecidas as questões que envolvem as rotinas administrativas relacionadas aos direitos e deveres dos servidores em relação a afastamentos por motivo de doença. 

 

“Essa última ação do Programa de Gestão Integrativa com o DPSS da Secretaria de RH foi muito interessante. Eles trouxeram uma visão diferenciada sobre ambiente de trabalho, saúde do trabalhador, o acompanhamento das licenças médicas, qual o papel do gestor e do servidor. Foi uma aproximação muito importante para os gestores da nossa Secretaria”, comentou Eliane Jocelaine.

Atualmente a SMASDH conta com 514 servidores divididos em sete departamentos, 27 coordenadorias e 36 setores.