fbpx

Jd. São Bento receberá vielas sanitárias para a coleta de esgoto

Aproximadamente 80 casas serão beneficiadas pelo serviço realizado pela Sabesp em parceria com a Prefeitura

A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), em parceria com a Prefeitura de Hortolândia, realizará a implantação da rede de esgoto nas vielas sanitárias de aproximadamente 80 residências no Jardim São Bento. Esta é mais uma etapa necessária para o município alcançar a meta de 100% na cobertura de coleta e tratamento de esgoto domiciliar. Hortolândia conta com 96,3% de rede coletora de esgoto. A previsão é que até 2020 todo o esgoto da cidade seja coletado e tratado. Nesta segunda-feira (10/06), a Prefeitura iniciou o recolhimento da assinatura dos responsáveis pelas residências que autorizaram a execução do serviço.


A tubulação é implantada na parte dos fundos dos imóveis, num trecho onde não pode haver construções de alvenaria. Após a implantação da tubulação o esgoto será direcionado à ETE (Estação de Tratamento de Esgoto). O serviço também está em andamento no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora, Jardim Nova Hortolândia e no Parque Orestes Ongaro.

Os indicadores apontam que Hortolândia está à frente da maioria das cidades brasileiras: conforme dados do SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), a média nacional de atendimento de esgoto é de 50,26%.  Hortolândia já conta com 96,3% de cobertura do serviço.

LUTA HISTÓRICA PELO ESGOTO TRATADO

A luta histórica da população de Hortolândia por esgoto começou na década de 1980 e viu os primeiros resultados a partir de 2005, na primeira gestão do prefeito Angelo Perugini que, em parceria com a Sabesp, fez Hortolândia sair do marco zero de coleta e tratamento de esgoto para 96,3% de cobertura do serviço. Esse resultado contou, principalmente, com a participação popular.

A universalização do esgoto é uma ação que faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), programa que prevê mais de 100 intervenções e serviços que promoverão o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos.

TROCA DE ADUTORA

No Jardim Boa Esperança, a Sabesp, em parceria com a Prefeitura, realiza a troca das adutoras das redes de água. O serviço é necessário para evitar danos, rompimentos e vazamentos que possam causar desabastecimento, erosões no solo e outros problemas. O trabalho foi iniciado nesta segunda-feira nas ruas Antônia Messa Muraru, entre a Cecílio Nunes da Silva e Antonio João de Amorim. O remanejamento de adutora também está em andamento no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora.