fbpx

MACC recebe a exposição “O Mundo Criativo” com mais de 80 obras

A exposição “O Mundo Criativo” entra em cartaz no Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC) na próxima semana. A mostra, com vernissage na quinta, 7 de agosto, às 19h, reúne obras dos artistas Fúlvia Gonçalves, Vanderlei Zalochi, Márcio Rodrigues e Dimas Garcia. A curadoria é de Gilson Barreto.

Com estilos, técnicas e linguagens diferentes, o visitante poderá conferir o contraste das variadas formas de expressão em mais de 80 obras inéditas.”Os quatro artistas possuem, cada qual à sua maneira, assinatura ao depositar tinta sobre tela, embrenhados pelo mundo das cores e das formas, transformando o abstrato no belo e admirável.  Criatividade é a energia da plasticidade de suas mentes”, reflete o curador.


 

 

Os artistas

Natural de Pedreira, Fúlvia Gonçalves é doutora em artes pela Unicamp. Artista premiada, já participou de diversas exposições e salões, como Bienal Nacional (São Paulo); Museu de Arte Moderna (Rio de Janeiro); Salão Portinari (São Paulo); Salões de arte em Campinas;  Museu de Arte Ciência e Tecnologia Leonardo da Vinci, em Milão (Itália); Prêmio Lario Cadorago, em Como (Itália). Como muralista, realizou os sete murais do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Unicamp) e o  painel de 10 metros na Estação de Tratamento de Água (Campinas).

 

 

Pintor, gravador e escultor, Vanderlei Zalochi, de Campinas, é autodidata. Médico por formação, a partir de 1983 estabeleceu relacionamento de amizade e convivência com os artistas Dimas Garcia, Thomaz Perina e Mario Bueno. Conta com mais de uma centena de participações em salões, individuais e coletivas no Brasil e exterior, incluindo ainda como jurado de salões, curadorias, entre outras atividades artísticas.

 

 

Natural de Campinas, Márcio Rodrigues é autodidata. Pintou ao lado de mestres, como Aldo Cardarelli, e dos salvadorenhos Maurício Puente, Ruben Martines e Julia Dias, durante os anos em que viveu em El Salvador. Ulitiza-se de técnicas diferentes para a concepção de seu trabalho, com aquarela, óleo, acrílica, monotipias, entre outras. Participou da Mostra “Brasil 500 anos”, em São Paulo, expondo também na Galeria do Conjunto Cultural da Caixa, em São Paulo, entre outras, e recebeu a Medalha Carlos Gomes, da Câmara Municipal de Campinas.

 

 

Pintor e gravador, Dimas Garcia é natural de Promissão (SP). Em 1938, mudou-se para Limeira em 1946, recebendo aulas de desenho e pintura de Ruy Corte Brilho, entre 1954 e 1960, no Instituto de Educação Castelo Branco. Em 1970, fixou residência em Campinas, onde recebeu orientação de Di Saboy, J. Zanellato e Thomaz Perina. Na década de 1980, organizou o Grupo Campinas Arte Hoje. Atuou como fundador e diretor do Museu de Arte Moderna de Campinas; coordenou a Galeria Cultura e organizou a 1ª Bienal Internacional de Gravura de Campinas. Nos últimos 50 anos ocupou cargos oficiais da Cultura, participou em  corpos de jurado de exposições, organizou centenas de eventos culturais e atuou como palestrante em oficinas de arte. Participou ainda de centena de exposições no Brasil e no exterior, entre individuais, coletivas e salões oficiais, onde recebeu mais de 30 premiações. Tem suas obras em 42 acervos oficiais.

 

 

Serviço

Exposição “O Mundo Criativo”

Onde: Museu de Arte Contemporânea de Campinas (Rua Benjamin Constant, 1.633. Centro. Campinas).

Quando: Vernissage, na quinta, 7 de agosto, às 19h.

Visitação: terças, quartas e sextas, das 10h às 18h; quintas, das 10h às 21h; domingos, segundas e feriados, fechado. Até 28 de setembro de 2019.

Entrada gratuita.