fbpx

Mais 600 famílias recebem o Cartão Nutrir e roupas em evento na Estação

O vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira, entregou na manhã desta sexta-feira, dia 21 de dezembro, o Cartão Nutrir Campinas para 600 famílias, o que totaliza cerca de 2.400 pessoas beneficiadas. O evento foi realizado na Estação Cultura e incluiu distribuição de roupas da Campanha do Agasalho. Montada na Sala do Relógio na Estação Cultura, o bazar trouxe três toneladas de roupas para serem doadas ao longo dia. Após o recebimento do Cartão Nutrir, o titular pode selecionar até 25 peças para toda a família.

No início do evento, foi exibido uma mensagem em vídeo do prefeito Jonas Donizette abordando a importância do cartão por dar liberdade as pessoas para comprarem o que necessitam. “Fazemos esse trabalho para oferecer um apoio a vocês, para que possam comprar mantimentos para suas famílias”. Também foi exibido um vídeo sobre o Movimento Campinas pela Paz, com um apanhado das diversas ações que a Prefeitura tem realizado em prol de uma Cultura de Paz.


Segundo o vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira foi mais uma entrega do Cartão Nutrir, um programa do qual tem muito orgulho. “O programa foi implementado em junho de 2016 para substituir a cesta básica e permite aos beneficiários comprar no mercado perto de casa. Isso é importante para desenvolver o comércio local e traz melhorias para o bairro. São R$ 6 milhões destinados ao programa somente neste ano. É recurso investido diretamente nas pessoas”, afirmou.

A secretária Municipal de Assistência Social Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (SMASDH), Eliane Jocelaine Pereira, agradeceu o apoio da Secretaria de Cultura pelo espaço e da Secretaria de Educação, além de ressaltar a atuação da equipe responsável pelo programa. “A equipe realizou um trabalho de logística muito intenso para que vocês pudessem estar aqui hoje recebendo esse cartão. É uma forma digna de acessar o alimento. Usem com muita responsabilidade. Quanto melhor a gente usa mais legitimado fica esse instrumento, possibilitando que mais pessoas possam acessar esse benefício”.

Novidade

Outra novidade anunciada no evento é o aumento de 16% no número de famílias beneficiadas, de acordo com o diretor do Departamento de Segurança Alimentar da SMASDH, Domis Vieira Lopes. “Devido à crise econômica, houve um aumento da necessidade e pudemos fazer esse acréscimo de 802 famílias neste mês de dezembro”. Desta forma, o Nutrir Campinas atende a partir deste mês um total de 6.152 famílias, o que representa mais de 30 mil pessoas, quando somados os cartões emergenciais, distribuídos quando há uma situação que precisa ser resolvida rapidamente. As famílias atendidas têm renda per capita de até R$ 93 reais.

Com o cartão, a família compra o que precisar na rede credenciada, mas só itens de alimentação. A recomendação é para que comprem alimentos saudáveis, melhorando a qualidade da nutrição.

É um cartão magnético, do tipo vale-alimentação, no valor de R$ 88,15 (26 UFICs) mensal, para a compra de alimentos de primeira necessidade. O cartão tem validade de um ano. A pessoa fica 12 meses no programa. É recarregado sempre no primeiro dia útil do mês.

Na maioria das vezes, em cerca de 99% dos casos, o cartão é entregue no nome da mãe, para que a mulher faça a administração desse recurso que deve ser usado em supermercados conveniados.

Esse programa é desenvolvido pelo Departamento de Segurança Alimentar da Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos. A participação da família no programa Nutrir é de um ano. Mas se ao ser desligado o usuário ainda estiver dentro dos critérios, ele volta para a fila e pode ser contemplado novamente, sem prazo para reinserção.

Para participar do programa, as famílias precisam estar inseridas no Cadastro Único do Governo Federal e são selecionadas pelo Sistema de Governança Municipal (SIG-M) que analisa os dados. A prioridade é para famílias com crianças de zero a quatro anos, que tenham pessoas com deficiência ou idosos no grupo familiar.