Connect with us

Nossa Cidade

Monitoramento recupera 219 veículos e indicia 191 criminosos em dois anos

Desde que entrou em funcionamento, em setembro de 2015, o Sistema Inteligente de Monitoramento Veicular de Campinas (Simvecamp) auxiliou na recuperação de 219 veículos furtados ou roubados, uma média de um carro a cada três dias. Também ajudou a tirar das ruas 42 clones, carros com a mesma aparência que usam chapas duplicadas, em geral dirigidos por marginais para ações criminosas.

O resultado destes dois primeiros anos foi divulgado pelo secretário de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio, para quem o Sistema “tem cumprido seu papel ao colaborar com as ações da Guarda Municipal para a segurança da cidade”. Uma iniciativa do programa “Campinas Bem Segura”, o monitoramento por câmeras inteligentes realiza a leitura das placas e analisa informações em um banco de dados.


Todos os dias, o sistema é acionado para localizar veículos envolvidos em ações criminosas e também para a recuperação de outros, roubados e furtados na cidade e região. Ligado à Central de Monitoramento de Campinas (CIMCamp), a equipe da Superintendência de Inteligência da GM coopera com as forças de segurança de 17 cidades da região.

Para o secretário Baggio, a ferramenta é fundamental para o combate à criminalidade. “É preciso destacar que nestes dois anos, 108 pessoas foram presas por envolvimento em crimes, a partir das abordagens de veículos localizados pelo Simvecamp, com o trabalho das equipes da GM e da CIMCamp. Foram 191 criminosos indiciados”, relata Baggio.
Como resultado, muitos procurados pela Justiça acabam sendo retirados das ruas, e casos são esclarecidos. Ao todo, foram 254 conduções aos distritos policiais para registro de ocorrências e averiguações.

Até o final de setembro de 2017, foram registrados 349 casos relacionados ao monitoramento veicular, uma média de 14 ao mês, que renderam 301 abordagens. Muitos dos veículos não são apenas produto de furto ou roubo, mas estão envolvidos em outros crimes.
Campinas tem, atualmente, mais de 300 câmeras da CIMCamp em funcionamento, localizadas em pontos estratégicos. E já são quase cem câmeras inteligentes, com leitura digital, em cerca de 30 locais nas principais vias de tráfego.

Ação regional

A cooperação com outras forças policiais da cidade e da região é fundamental para o sucesso de ações contra a criminalidade. Muitos casos envolvem outros municípios. Um exemplo foi registado na tarde do dia 28 de setembro, quando um veículo foi recuperado em Sumaré. Após comunicado do proprietário, as informações sobre o furto foram passadas à Guarda Municipal de Campinas que, utilizando o Simvecamp, localizou o carro transitando pela cidade, com alteração no emplacamento. A placa que o veículo suspeito usava era de Piracicaba e foi inserido um alerta no sistema.

Ao ser flagrado em Campinas, as viaturas foram acionadas e uma equipe do Grupo de Patrulhamento Ostensivo com Motos (GPOM) da GM abordou o carro. O motorista fugiu em direção ao município de Sumaré, sendo seguido com o apoio de viaturas do Grupo de Apoio Especial. Lá, o carro foi encontrado em uma oficina mecânica. O proprietário foi contatado e com a chave reserva abriu as portas e deu a partida no motor. Quatro pessoas que estavam na oficina foram levadas para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) para averiguação e o veículo foi devolvido à vítima.

No ano passado, Campinas começou a ser integrada ao Detecta, o sistema inteligente de monitoramento criminal da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. Os ajustes burocráticos estão sendo finalizados, mas a Guarda Municipal já atua fornecendo informações estratégicas para o serviço de inteligência contra o crime, contribuindo com as Polícias Civil, Militar e Federal. “A união das forças de segurança tem sido efetivado na prática pelas equipes nas ruas, colaborando para uma Campinas mais segura”, avalia Baggio.

Continue Reading
Publicidade

Copyright ©2014-2020 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.