Connect with us

Policial

Parceria entre GM e Polícia Civil detém suspeito de atropelar guarda

Três suspeitos de atropelar um guarda municipal de Campinas durante uma operação de abordagem foram detidos na manhã desta sexta-feira, 21 de julho, após cooperação entre a Polícia Civil e Guarda Municipal nas investigações. O crime aconteceu no último dia 1º de julho, quando uma equipe da Guarda Municipal realizava uma blitz na Avenida Dr. Moraes Salles visando interceptar um carro roubado em Nova Odessa, após o Sistema de Monitoramento Veicular de Campinas (Simvecamp) detectar que estava circulando pela cidade. Eles estariam envolvidos em várias ações criminosas na região.

Um maior de 18 anos, e dois menores – uma garota de 17 e um rapaz de 16 – foram flagrados por volta das 6h em residência na Vila Brandina, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. O maior é suspeito de dirigir o carro roubado durante o atropelamento e teve a prisão temporária decretada. Os menores, que também estariam no veículo, foram apreendidos e levados para a Vara da Infância e Juventude.


A prisão dos suspeitos foi resultado de uma investigação conjunta dos setores de Inteligência da Polícia Civil e da Guarda Municipal de Campinas. O passo inicial foi a localização do veículo roubado circulando na cidade. Após o atropelamento, o carro foi abandonado pelos ocupantes. Em seu interior, a perícia localizou um celular que auxiliou na identificação dos envolvidos.



Sinergia

De acordo com o comandante Márcio Frizarin, da Guarda Municipal de Campinas, foram 20 de intensa cooperação com a Polícia Civil. Garra, Delegacia Antisequestro, 13º Distrito Policial, 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e GM também contaram com a colaboração da comunidade. “A Guarda agradece informações da população que fez denúncias e ajudou a localizar os suspeitos, contribuindo para o resultado positivo”, avalia o comandante Frizarin.

Para o secretário municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio, o sucesso da ação mostra a importância das instâncias trabalharem integradas e trocarem informações. “A junção de esforços de várias forças policiais resulta no esclarecimento mais rápido dos crimes. Esses suspeitos não estariam envolvidos apenas no atropelamento do GM, mas em outros crimes. O carro era roubado e já tinha sido usado em outras ações criminosas na região”, explica. “Cada vez mais nos estamos demonstrando que é possível trabalhar em conjunto com ótimos resultados”, afirma Baggio.


Continue Reading
Publicidade

Copyright ©2014-2020 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.