fbpx

Plantio na Mata Santa Genebra tem vagas para participação de voluntários

Uma área da Mata de Santa Genebra queimada recentemente pela queda de um balão será o cenário na próxima sexta-feira, 27 de setembro, às 10h, para o plantio voluntário de 150 mudas de árvores nativas, por intermédio do projeto Plant-A-Tree Day 2019 (Dia do Plantio de Uma Árvore). Pessoas interessadas em participar do ato devem fazer inscrição prévia na Secretaria Municipal do verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS) pelo e-mail [email protected]

Até o momento, 42 estudantes de 10 a 12 anos de idade de uma escola de Barão Geraldo se inscreveram para o plantio. “Nesses tempos em que se fala no mundo inteiro a respeito do desmatamento e queimadas no Brasil, vamos reforçar o alerta sobre os riscos de incêndios causados também pela soltura de balões”, afirma o secretário municipal do Verde, Rogério Menezes.


 

A ação é uma iniciativa da ONG norteamericana “One Tree Planted”, focada no reflorestamento global, que irá custear as despesas para uma empresa de Campinas executar esse plantio de 150 mudas.

 

O evento tem amplitude mundial e, no Brasil, além de Campinas, haverá plantio no município de Bananal (SP). As outras localidades em que a ação será realizada são Ontário e Quebec (Canadá); Johannesburg (África do Sul);  Manchester (Inglaterra); Quito (Equador); Ghana e Nairobi  (África).

 

Nos Estados Unidos, vários estados receberão os plantios da ONG, entre eles, Arizona, Califórnia, Colorado, Flórida, Illinois, Indiana, Maryland, Massachusetts, Michigan, Minnesota, Washington, Oregon, Missouri, Nova York, Nova Jersey, Carolina do Norte, Wiscosin,Texas, Vermont, Pennsylvania e Ohio. 

 

Em março passado, a SVDS participou pela primeira vez do Plant-A-Tree Day  e efetivou o plantio de 100 mudas no Centro de Conhecimento das Águas, ao mesmo tempo que outras mais de 50 cidades espalhadas pelas Américas, África e Europa.

 

O projeto consiste em reunir voluntários para executar o plantio de mudas de árvores para conscientizarem as pessoas sobre a importância do reflorestamento e, assim, gerar o plantio de um grande número de florestas urbanas.