fbpx

Prefeito assina ordem de serviço para construção de ciclovia no Aurélia

A ordem de serviço para construção da ciclovia na Avenida Rafael Tobias de Aguiar, no Jardim Aurélia, foi assinada nesta segunda-feira, dia 16, pelo prefeito de Campinas, Jonas Donizette, em evento na Praça Maria Nasareth. A nova ciclovia se somará aos cerca de 30 km já construídos na cidade com um investimento total de R$ 1,3 milhão.

 

O prefeito Jonas Donizette ressaltou que a Prefeitura fez um plano cicloviário para Campinas que está levando as ciclovias para regiões que antes não tinham. “Essa ciclovia terá 1.300 km, de ida e volta serão 2.600 km, o que é praticamente uma volta dentro da Lagoa do Taquaral. Nós teremos espaço para bicicleta e separadamente um espaço para caminhada. Além disso, haverá um grande investimento na iluminação e no paisagismo da região. Vamos fazer uma requalificação urbana, levando um espaço de lazer, de convivência para uma região de um bairro tradicional de Campinas e onde moram muitas pessoas. Isso traz mais qualidade de vida e uma valorização do entorno, como já ocorreu em outras regiões como na Avenida Baden Powell, no Jardim Nova Europa”.


 

Jonas Donizette também ressaltou a importância de iniciativas como essas para melhorar a saúde. “Quando a pessoa tem uma área para fazer atividades físicas como caminhada e espaços verdes, ela pode melhorar sua condição de saúde. Não é que ela vá parar de fazer seu tratamento, mas poderá ajudar em sua saúde física e mental. Não deixa de ser um investimento na parte preventiva”, afirmou.

 

Segundo o secretário Municipal de Serviços Públicos, Ernesto Paulella, da pasta responsável pela obra, a ciclovia é importante para o bairro e também do ponto de vista urbanístico e de saúde pública. “A ciclovia será construída com uma faixa de dois metros de largura para as bicicletas e uma faixa adicional para a caminhada de pedestres, também com dois metros. Além disso, ao longo da pista nós vamos instalar 45 postes de iluminação com lâmpadas brancas de 250 Watts”.

 

Ele também destacou que a obra será realizada com recursos da Prefeitura, com mão de obra e materiais de uso habitual da Secretaria, não havendo por isso, necessidade de contratações externas. As obras já começaram e a previsão é que sejam concluídas até o final de dezembro. A região também vai receber, junto com a ciclovia, uma academia ao ar livre. A pasta está estudando junto com os moradores o melhor local para a instalação.

 

O advogado Paulo Bocoli, representante dos moradores do Jardim Aurélia, contou que a assinatura da ordem de serviço foi um momento de extrema importância para o bairro. “Esse é um dia histórico para nós, é uma antiga reivindicação que está sendo atendida, a construção de uma ciclovia em nossa avenida, uma realização que trará grande benefício aos adeptos do esporte e contribuirá e muito para a segurança, posto que trará grande e significativa melhora na iluminação, além, é claro, de embelezar nosso bairro”.

 

O evento teve também a presença de moradores e comerciantes do bairro, do secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos Barreiro, e de autoridades legislativas.

 

A ciclovia

 

A ciclovia vai da altura da rua Jorge Leme, próxima à Rodovia Anhanguera, até a Avenida José Pancetti, na rotatória conhecida como Balão do Ximbika (Praça Dr. Jairo Souza). A mão de obra será da Secretaria de Serviços Públicos e a sinalização será feita pela Emdec. Ela será construída no canteiro central da avenida e receberá os postes de iluminação em toda a extensão, com dois braços de luz em cada um, com lâmpadas brancas de vapor metálico. Ao longo da ciclovia, serão construídas uma pista de caminhada, áreas de descanso com bancos e academia ao ar livre.

 

O canteiro central também será totalmente revitalizado. Receberá paisagismo, com o plantio de espécies como grama, petúnias, amandas, moreias e tumbérgias. Também serão plantadas mudas de árvores como Pau Ferro, Ipês Rosa, Amarelo e Branco, Sibipirunas e Palmeiras Imperial, Jericá e Areca Bambu.

 

Serão Beneficiadas cerca de 30 mil Pessoas dos bairros Jardim Aurélia, Jardim do Vovô, Vila Proost Souza, Jardim Interlagos, Jardim Magnólia, Chácaras Cneo, Jardim Pacaembu, Jardim Bandeirantes e outros.

 

Ciclovias em Campinas

 

O plano cicloviário prevê 180 km de ciclovias, distribuídos nas diversas regiões da cidade. Os espaços serão articulados com os principais eixos do transporte e ação inclui a instalação de paraciclos (suporte para bicicletas) e bicicletários, próximos a terminais e estações de ônibus, para favorecer a mobilidade integrada.

 

Até o momento, já foram entregues as seguintes ciclovias: Barão Geraldo; Avenida Washington Luiz; Avenida Baden Powell; Avenida Theodureto de Almeida Camargo; Avenida José de Souza Campos (NORTE-SUL); Avenida Isaura Roque Quércia, Continuação da Mackenzie; Três Trechos de Ciclovias no Distrito de Nova Aparecida.

 

A próxima ciclovia a ser implantada será no distrito do Campo Grande, com 5,2 km de extensão.