Connect with us

Nossa Cidade

Prefeito visita Hospital de Campanha que está em fase de finalização

Publicado

em

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, visitou, na manhã desta quinta-feira, 7 de maio, as instalações do Hospital de Campanha, montado na sede dos Patrulheiros, no Parque Itália. A previsão é que o hospital comece a funcionar na segunda quinzena de maio. A unidade terá 54 leitos (implantados em duas fases, a primeira com 36 leitos e a segunda com mais 18) e capacidade de ampliação para até 114.

O hospital foi construído e está sendo equipado pela ONG Expedicionários da Saúde (EDS), grupo sem fins lucrativos. A gestão será da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar. A área foi cedida pela administração dos Patrulheiros Campinas.   


“A montagem deste hospital custaria entre R$ 5 milhões e R$ 7 milhões. A Prefeitura não gastou nenhum centavo. Tudo foi feito pela Expedicionários da Saúde. O resultado foi muito bom. O sistema de tubulação é inédito em Campinas e, pelo que me explicaram, somente o Albert Einstein está desenvolvendo um sistema como esse”, disse o prefeito.  

Para atuar no Hospital de Campanha, a Rede Mário Gatti vai contratar um parceiro filantrópico para realizar os atendimentos. Os envelopes do chamamento público foram abertos na manhã desta quinta-feira. O nome da instituição vencedora será publicado no Diário Oficial do Município nos próximos dias.

A instituição que for selecionada será responsável por todo RH da unidade, incluindo as equipes de profissionais da saúde, de assistência, de higiene, alimentação, insumos e outros.

O custo estimado dessa operação para os 90 dias está entre R$ 8 e R$ 9 milhões. Os recursos são do Governo Federal.

A unidade será de atendimento referenciado, ou seja, os pacientes serão encaminhados por meio da central de regulação. Dessa forma, a unidade não será porta aberta e demandas espontâneas não serão atendidas.

O hospital também contará com três ambulâncias exclusivas para a Covid-19, que ficarão estacionadas no local para uma eventual necessidade de transporte. A medida é uma parceria com o Exército, que fez o conserto dos veículos. Além disso, toda a cidade poderá contar com as ambulâncias do Samu. 

Hospital de referência

A Casa de Saúde será mais um hospital de referência para a Covid-19 na rede municipal de Saúde, que já conta com os hospitais Mário Gatti e Ouro Verde. A unidade terá nove leitos de UTI, que receberão pacientes encaminhados pela Central de Regulação de Leitos. 

O Hospital de Clínicas da Unicamp e o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) também são referência, mas a regulação de leitos é feita pelo Estado.

Fonte: Prefeitura de Campinas

Continue Reading
Publicidade

Copyright ©2014-2018 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.