Notícias Campinas - Prefeitura de Sumaré se reúne com Secretaria Estadual de Saúde para reivindicar medicamentos, vacinas e vagas para procedimentos de média e alta complexidade

Prefeitura de Sumaré se reúne com Secretaria Estadual de Saúde para reivindicar medicamentos, vacinas e vagas para procedimentos de média e alta complexidade

 

Sumaré, 08 de agosto de 2018

 

Representando o prefeito Luiz Dalben, o secretário municipal de Saúde, Rubens Gatti, se reuniu terça-feira (07) com o secretário estadual de Saúde, Dr. Marco Antonio Zago, para reivindicar medicamentos, vacinas e mais vagas para procedimentos de média e alta complexidade para a população de Sumaré. A reunião surtiu efeitos positivos.


“Nosso objetivo foi buscar alternativas para ampliar a participação do Governo Estadual na Saúde da nossa cidade. No caso dos medicamentos, Sumaré recebe atualmente um repasse de R$ 500 mil ao ano por meio do programa Dose Certa, para aquisição de medicamentos. Agora, conseguimos que a FURP (Fundação para o Remédio Popular) nos encaminhe diretamente esses medicamentos, em um investimento que passará para cerca de R$ 2,7 milhões. É, sem dúvida, uma importante conquista para a nossa população”, comemorou Gatti. Entre os produtos da FURP estão antibióticos, anti-hipertensivos, diuréticos, medicamentos para diabetes, saúde mental, dermatológicos, contraceptivos, entre outros.

Além de garantir melhorias na dispensação de medicamentos, o secretário estadual de Saúde também se comprometeu a aumentar a quantidade de vacinas repassadas a Sumaré, aquelas constantes no Calendário Nacional de Vacinação. A demanda da cidade aumentou nos últimos anos, porém, a quantidade de doses permaneceu estagnada, de modo que se corria o risco de desabastecimento, deixando de proteger as crianças do município contra doenças consideradas graves.

Rubens Gatti ainda levou ao Estado a reivindicação de aumentar a quantidade de vagas destinadas a pacientes de Sumaré para procedimentos de média e alta complexidade em hospitais do estado, como no próprio Hospital Estadual de Sumaré. Essas vagas são reguladas pelo estado. “Cada munícipio tem sua cota e as vagas destinadas para Sumaré não atendem à nossa necessidade. Nossa cidade é a segunda maior da RMC, com cerca de 270 mil habitantes, e não tem sido vista com a grandeza que tem”, comentou Gatti.

Este assunto foi tratado novamente na quarta-feira, dia 08, em reunião dos prefeitos de toda a Região Metropolitana de Campinas e seus representantes com o secretário estadual da Saúde. Gatti também participou. Zago propôs a criação de uma nova CROSS (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde) no interior, para que os municípios possam ter maior autonomia sobre a regulação de vagas e transferências, agilizando, assim, o atendimento aos moradores.

“Não temos medido esforços para ofertar serviços de saúde dignos aos nossos moradores, com qualidade e eficiência. Para isso, estamos trabalhando com essa sensibilização do Estado e da União em contribuir com Sumaré, buscando aumentar os serviços e os recursos para o custeio e manutenção do setor e, assim, garantir um atendimento mais humanizado aos pacientes”, destacou o prefeito Luiz Dalben.

Também participaram da reunião na terça-feira o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Leandro Rosa, o secretário do conselho, Lauro Quedas, e o assessor Otaviano Carvalho. Ainda esteve presente a Dra. Mirella Povinelli, diretora da DRS VII – Campinas, entre outros representantes do Estado.