Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura inicia obra para conter inundações no Córrego da Lagoa

Publicado

em

A Prefeitura de Campinas vai iniciar, até fevereiro, a construção de uma barragem com capacidade de volume de reservação de 363 mil metros cúbicos de água (363 milhões de litros), para conter inundações no entorno do córrego da Lagoa, que faz parte da bacia do Ribeirão Quilombo e abrange os bairros Jardim Campineiro, Jardim São Marcos e Jardim Santa Mônica, região Norte da cidade. A obra está sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Infraestrutura.

 

 

 

A obra tem investimento de cerca R$ 19,6 milhões, recursos do programa PAC Quilombo, e também inclui infraestrutura e saneamento básico. Além da construção da barragem, os bairros e a Estrada do Pari receberão cerca de 35,8 mil metros quadrados de pavimentação, 26 mil metros quadrados de drenagem, quase 4 mil metros quadrados de recapeamento, que serão entregues com sinalização viária, guias e sarjetas e 61 rampas de acessibilidade. Também serão construídas rede de esgoto e rede de água. 


 

 

 

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Pedro Leone, esse conjunto de obras vai melhorar significativamente a situação das cheias naquela região, porque além da construção da barragem, as demais ações contribuem para a drenagem. O período de execução da obra será de 15 meses. A empresa responsável será a Compec Galasso Engenharia e Construções Ltda. 

 

 

Outras obras e ações

 

Na região do Jardim Santa Lúcia, foi finalizada a primeira etapa de obras no córrego Santa Lúcia, em dezembro de 2018, com investimento de R$ 12,9 milhões, como parte do PAC Santa Lúcia. Foi feito um conjunto de obras que incluiu a canalização e retificação do córrego Santa Lúcia, a construção de vias marginais do córrego, instalação coletor tronco da rede de esgoto e recapeamento. 

 

 

 

Está em andamento, em fase de análise do projeto pelo banco, obra de macrodrenagem no córrego Taubaté, como parte do PAC Taubaté, de R$ 37 milhões. A obra envolve canalização e retificação do córrego Taubaté, além de infraestrutura e saneamento do entorno, região do Jardim São José e Vila Lurdes.

 

 

 

Além das obras, a Prefeitura faz um trabalho constante de manutenção e limpeza, com equipes e máquinas, em todos os córregos, bocas de lobo, galerias pluviais, entre outros. O piscinão da Norte-Sul por exemplo, que recebe água dos córregos das Avenidas Princesa d’Oeste e da Orosimbo Maia, passa por desassoreamento duas vezes por ano e, com essa medida, amplia a capacidade de armazenamento.

Copyright ©2014-2018 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.