fbpx

Prefeitura iniciará confecção de uniformes para 2020 no próximo mês

 

A Prefeitura de Hortolândia realiza, até o final desta semana, a entrega de kits de uniforme escolar nas 56 escolas do município, mas também já prepara os materiais para o início da confecção de uniformes para o próximo ano letivo. Uma nova turma com 60 alunos do curso de Costura Industrial, oferecido por meio do Programa Acerte (Ação Cidadã de Requalificação, de Trabalho e Educação), da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, iniciou a capacitação neste mês. A partir de março, os aprendizes começam a produzir os novos uniformes, que serão distribuídos em 2020.

Assim, como os kits confeccionados e distribuídos neste ano, as roupas que serão costuradas garantirão muito mais do que economia às famílias dos alunos, mas qualificação e renda para os aprendizes do curso. A novidade é que, desta vez, homens também participam do curso. “No curso oferecido desde o ano passado, capacitamos para o mercado de trabalho 60 mães que antes estavam desempregadas. Nesta capacitação, elas aprenderam a costurar com qualidade e receberam uma bolsa auxílio, valor que ajudou a complementar a renda familiar. Agora, já iniciamos uma nova turma e vamos começar a produzir os uniformes do ano que vem. Nossa meta é fazer como neste ano: entregar tudo logo no começo das aulas e garantir que as crianças tenham uniforme para frequentar a escola o ano todo”, destacou o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Bueno.


Ao todo, foram produzidas 150 mil peças de uniformes, para atender os 25 mil estudantes da rede municipal em 2019, desde a Educação, Infantil, até o Ensino Fundamental e as turmas da EJA (Educação de Jovens e Adultos). “Decidimos entregar uniforme e material escolar aos estudantes, logo nos primeiros dias do ano. E isso não é um presente. É um investimento, pensado como prioridade, para atender à necessidade dos alunos. Eu sei que o uniforme escolar e a merenda são tão importantes quanto as obras realizadas na cidade. Porém, são investimentos que não aparecem para todo mundo ver, porque refletem na vida das famílias que têm crianças. Mas este é o caminho certo: temos que investir em educação e olhar para o futuro”, afirmou o prefeito Angelo Perugini.

“A Prefeitura tem o compromisso de ofertar uma educação de qualidade. Trabalhamos para que a educação melhore a cada dia e oferecer uniformes de qualidade faz parte destes investimentos. Acredito que os pais não encontrarão nenhum defeito nas peças entregues, mas, se encontrarem, devem procurar a direção da escola que providenciará a troca rapidamente”, enfatizou a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Alessandra Amora Barchini.

Desde o início do mês, a Administração Municipal faz a entrega dos kits. Os eventos de entrega dos uniformes prosseguem até a quinta-feira (28/02), quando todos os 25 mil alunos da rede municipal, terão recebido os kits. Nesta segunda-feira (25/02), a entrega foi nas seguintes escolas: EMEIEF (Escola Municipal de Educação infantil e Ensino Fundamental) Luiza Vitória Oliveira Cruz, no Pq. Orestes Ôngaro; EMEI (Escola Municipal de Educação infantil) Olinda Maria de Jesus Souza, no Jd. Sumarezinho; EMEIEF Sebastiana das Dores Moura, na Vila Real; e EMEI Jardim Santa Emília, no Jd. Sta. Emília.

Uma das mães que recebeu o uniforme na Emeief Luiza Vitória é a confeiteira Adeilza Moraes da Silva Ramos, de 39 anos, moradora do Pq. Orestes ôngaro. Mãe de duas ciranças em idade escolar, a Heloisa, de quatro anos, e a Ana Luiza, de seis, ela considera muito importante a entrega dos uniformes. “As crianças ficam mais seguras de uniforme, porque todos sabem que ela estuda na escola do bairro. Também é bom ter os uniformes para evitar gastos com roupas, além de que as roupas iguais garantem que não haja discriminação, nem diferença”, afirmou Adeilza.

Os investimentos em educação fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), conjunto de mais de 100 obras e ações com objetivo de promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Por meio do programa, a Prefeitura quer melhorar a prestação dos serviços públicos municipais em todas as áreas, em especial na saúde, educação, segurança, mobilidade urbana e geração de emprego.