fbpx

Notícias Campinas

Portal de Notícias da RMC

Sanasa é homenageada pelos seus 45 anos com escultura na Lagoa do Taquaral

A inauguração da escultura ‘Olho D´Água’, na Lagoa do Taquaral, marcou as comemorações dos 45 anos da Sanasa, completados nesta quarta-feira, dia 28 de agosto. O evento contou com a presença do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, e do presidente da Sanasa, Arly de Lara Romêo. Idealizada e produzida pelo artista Ca Cau, com a participação de nove entidades assistenciais, a escultura é uma homenagem do Consórcio Intermunicipal PCJ – que comemora 30 anos de existência –, à empresa de saneamento de Campinas. O Consórcio é uma associação sem fins lucrativos, composta por municípios e empresas, que tem como objetivo a recuperação dos mananciais da região. 

 

 

‘Olho D’Água’ é o mais novo projeto do artista multimídia Ca Cau. A escultura é uma alusão a questões hídricas e de conscientização sobre o uso da água como fonte da vida. A instalação, produzida em aço inox, é cinética e sonora. Com um significado único, passa por um momento de nascimento, de criação, e remete aos povos antigos, transmitindo também uma sensação de adoração e de proteção à Mãe Terra.


 

 

Segundo o prefeito Jonas Donizette, a Lagoa do Taquaral foi escolhida para receber essa escultura por ser um local estratégico. “A escultura foi colocada logo na entrada do portão 1 da Lagoa e, certamente, vai ser vista por milhares de pessoas que visitam o local diariamente, especialmente nos fins de semana”, explicou o prefeito. Ele destacou também a importância do trabalho da Sanasa e seus resultados.

 

 

Como presente do Consórcio PCJ à Sanasa, e também à cidade de Campinas, o presidente Arly de Lara Romêo ressaltou que a ‘Olho D’água’ marca a importância da Sanasa como empresa líder na área do saneamento. “Não podemos medir uma empresa apenas pelos seus índices econômicos, mas também pelos seus compromissos com a população e com o meio ambiente. A Sanasa ostenta bons números no saneamento. Somente nos últimos seis anos, foram investidos R$ 650 milhões em obras que vão proporcionar mais qualidade de vida à população”, completou Romêo.

 

 

Na ocasião, a Sanasa e as entidades assistenciais participantes do projeto receberam um certificado, do artista Ca Cau, com uma assinatura representada por uma obra. Ao final da cerimônia, o prefeito descerrou a placa de inauguração da escultura na Lagoa do Taquaral. 

 

 

Simbologia do ‘Olho D’Água

 

De acordo com o artista Ca Cau, o triângulo invertido, a meia-lua e o pêndulo (que é quase uma gota d’água) simbolizam a água. Esses três elementos são as razões para o título ‘Olho d’Água’, como fonte de vida. Além disso, a água também é pensada como movimento, som. Por esse motivo, a obra é cinética e sonora. E ainda há o sino dos ventos, simbolizando uma ‘árvore que canta’. “Então, ‘Olho d’Água’ é uma nascente, uma fonte de vida. É uma forma também de dialogar com todos os processos de reciclagem, porque cada instituição foi muito especial, cada treliça tem uma história e objetivos muito significativos”, explicou o artista.

A escultura foi concebida em um período de quatro meses, sendo dois para criação e o restante para a confecção. As oficinas nas instituições em Campinas foram realizadas durante uma semana.

 

 

Com a colaboração da Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas, foram selecionadas nove entidades que participaram do projeto por meio da criação, com objetos recicláveis, das treliças que compõem a base ao redor da obra. As entidades participantes foram:

 

– Associação Douglas Andreani (Campinas);

 

– Fundação Eufraten (Campinas);

 

– Assistência Vicentina Frederico Ozanam (Campinas);

 

– Acesa Capuava (Valinhos);

 

– Associação Nazarena Assistencial (Campinas);

 

– AEDHA – Guardinha (Campinas);

 

– APAE (Campinas);

 

– Sorri (Campinas);

 

– Instituto Campineiro dos Cegos Trabalhadores (Campinas).