fbpx

Notícias Campinas

Portal de Notícias da RMC

Sancionada lei que cria o programa Mais Médicos Campineiro

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, sancionou nesta segunda-feira, 24 de junho, o projeto de lei que cria o Mais Médicos Campineiro. O programa prevê a contratação de mais de 120 médicos, com bolsas de R$ 11 mil mensais por mês custeadas pelo município. Os profissionais vão atuar nos 66 centros de saúde da cidade, no Programa de Saúde da Família. Atualmente, 79 médicos do programa federal atuam em Campinas. “Os concursos continuarão acontecendo, mas as pessoas cobram agilidade. Inovar é uma maneira de contratar mais rapidamente o profissional que a população precisa”, afirmou o prefeito.

 

O Mais Médicos Campineiro tem a vertente educacional. Visa fomentar a formação de médicos de Medicina da Família e Comunidade para ampliar e aprimorar o atendimento à população nos centros de saúde. A especialização dos estudos médicos será feita em parceria com as faculdades de medicina da Unicamp, PUC-Campinas e São Leopoldo Mandic, além da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar.


 

A expectativa é que entre três e quatro meses estes profissionais estejam atendendo nos centros de saúde, depois de processo seletivo. “A ideia é formar especialistas em Saúde da Família. O programa teórico de estudos será compartilhado entre as universidades. Esperamos formar pelo menos 60 novos médicos da Saúde da Família por ano”, disse o secretário de Saúde Carmino Antonio de Souza.

 

A carga horária dos profissionais do Mais Médicos Campineiro será de 40 horas semanais, sendo 36 horas voltadas para atender a população e 4 horas restantes para o estudo. O médico que aderir vai fazer uma especialização em Medicina de Família e Comunidade.

 

O programa é aberto inclusive para médico que já se aposentou e quer voltar a atender a população. A contratação é por dois anos, podendo ser estendida por mais dois.

Medidas para a fixação de médicos

 

Desde 2013, buscando a fixação de médicos na Rede Pública Municipal de Saúde, Campinas tem investido em várias frentes:

– Melhoria das condições de trabalho, com construções e reformas de unidades e aquisição de equipamentos;

– Informatização da rede para modernizar e agilizar os processos;

– Política salarial compatível com o mercado;

– Promoção de educação continuada.

– Foram realizados 11 concursos e processos seletivos para a contratação de médicos. O edital de um novo concurso está sendo elaborado. Serão mais 71 vagas para estes profissionais.