fbpx

Secretaria de Saúde divulga novo informe sobre a dengue

A Secretaria de Saúde de Campinas divulgou nesta segunda-feira, dia 22 de abril, um novo Informe Epidemiológico de Dengue. Desde janeiro, foram confirmados 5.493 casos da doença entre moradores do município. Houve uma morte, já divulgada na semana passada. A área mais afetada da cidade é a região Noroeste, onde fica o Distrito do Campo Grande, com 1.880 registros.

 

O Estado de São Paulo enfrenta epidemia da doença desde o começo de 2019. Campinas evitou o aumento do número de casos de dengue até abril. Por meio da intensificação das ações de prevenção em campo, como controle de criadouros, nebulização, bloqueio a cada ocorrência e atividades de mobilização social, Campinas terá um período mais curto de pico epidêmico durante a sazonalidade, que vai até maio.


 

A força-tarefa da Prefeitura tem um forte componente intersetorial, com composição de atividades das diversas secretarias. Na semana passada, a Secretaria de Serviços Públicos fez um mutirão no Distrito do Campo Grande, com serviços de limpeza, roçagem, manutenção de vias, praças, parques e canteiros, cata-treco, entre outros. De entulhos, foram recolhidas 2.700 toneladas em quatro dias de trabalho. Também foram removidas 80 toneladas no cata-treco.

 

Está previsto um novo mutirão de limpeza, a partir de segunda-feira, dia 29 de abril, desta vez no Campo Belo, região Sul da cidade.

 

A luta contra a dengue exige uma contrapartida de toda sociedade. A Prefeitura mantém um programa de controle e prevenção da dengue. Mas cada cidadão precisa fazer sua parte de cuidados com os espaços, destinando corretamente os resíduos e evitando criadouros.