fbpx

Servidores da Câmara declaram estado de greve

Em assembleia nesta segunda-feira(23), os servidores da Câmara de Campinas declararam estado de greve.

A reivindicação é de que a Casa aprove a mudança da jornada de trabalho, que atualmente é de 40 horas semanais, para 30 horas por semana para todos os 184 servidores efetivos.


Funcionários públicos que foram admitidos no concurso de 2014 querem cumprir a mesma carga de trabalho dos demais que foram contratados antes disso. No caso, 30 horas semanais.

Os servidores também reivindicam a distribuição do ticket de R$ 1,4 mil para os comissionados. Atualmente somente funcionários concursados recebem o benefício.

A Câmara tem orçamento de R$ 135 milhões para este ano, e conta com 184 servidores efetivos e 230 comissionados.