Conecte-se conosco

Nossa Cidade

Sinfônica faz concertos pela paz marcando um ano do atentado na Catedral

Publicado

em

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas realiza nesta sexta-feira, 6 de dezembro e sábado, dia 7, às 20h, concertos especiais “In Memoriam a Um Ano da Tragédia na Catedral Metropolitana de Campinas”. O evento promove a Cultura de Paz ao fazer da música um instrumento de fraternidade. Os concertos serão gratuitos.

 

 

“Quero convidar a todos para as apresentações da Orquestra, que é o nosso símbolo maior da cultura. É como se fosse um concerto de paz, na própria Catedral. Compareçam com as suas orações, para que possamos ter mais paz na nossa sociedade e também para que o próximo ano seja abençoado”, disse o prefeito de Campinas, Jonas Donizette.


 

 

A regência dos concertos será do maestro titular e diretor artístico da Orquestra, Victor Hugo Toro. As apresentações contarão com as participações dos solistas convidados Gabriella Pace (soprano), Luisa Francesconi (mezzo soprano), Giovanni Tristacci (tenor) e Fellipe Oliveira (barítono), e dos grupos de canto Madrigal Vivace, Coro Contemporâneo de Campinas e Collegium Vocale Campinas.

 

 

O repertório reunirá duas obras emblemáticas: a “Cantata 161”, de Johann Sebastian Bach, e o “Réquiem”, uma missa fúnebre de Wolfgang Amadeus Mozart, a última composição desse genial compositor. “Ambas são peças sacras fundamentais para a história da música clássica, pois trazem o espírito de conforto, recolhimento e serenidade”, destaca o maestro Toro.

 

 

A mezzo soprano Luisa Francesconi também participará, com sua excepcional capacidade para a execução de coloratura, destacando-se no repertório rossiniano e mozartiano, ao interpretar papéis em óperas como Il Barbiere di Siviglia, L’Italiana in Algeri, Così fan Tutte e Don Giovanni. Fez a sua estreia internacional no Teatro Argentina, em Roma, no papel de Cherubino (Le Nozze di Figaro, Mozart). Gravou suas participações como solista na Nona Sinfonia (Beethoven) e no Réquiem Hebraico (Erich Zeisl), lançadas em CD pelo selo Biscoito Fino.

 

O teno Giovanni Tristacci também marcará presença nos concertos. Ele estudou em consagradas escolas de música, como a Chapelle Musicale Reine Elizabeth (Bruxelas, Bélgica), Centro de perfeccionamento Placido Domingo (Valência, Espanha) e Conservatorio del Liceu (Barcelona, Espanha). É bacharel em música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Outro convidado é o barítono Fellipe Oliveira, residente na Europa desde 2006, fez Escola de Ópera e Mestrado em Performance Vocal (Repertório Sinfônico e de Câmara) na Royal Scottish Academy of Music and Drama em Glasgow, na Escócia, hoje chamada Royal Conservatoire of Scotland. Além disso, foi um dos ganhadores da Dewar Arts Awards em 2007 e 2008, prêmio em forma de bolsa de estudos concedido pelo Parlamento Escocês.

 

Atualmente, Fellipe aperfeiçoa-se na renomada Academia de Belcanto, com Mirella Freni, em Modena, na Itália. Seus projetos mais recentes incluem o papel de Masetto no “Don Giovanni” do Theatro Municipal de São Paulo e Papageno no Teatro Marrucino de Chieti, na Itália. 

 

 

Serviço:

 

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas concertos “In Memoriam”

 

Regente: Victor Hugo Toro

Solistas: Gabriella Pace (soprano), Luisa Francesconi (mezzo soprano), Giovanni Tristacci (tenor) e Fellipe Oliveira (barítono).

Grupos: Madrigal Vivace, com a regente Vasti Atique; Coro Contemporâneo de Campinas, regente Ângelo Fernandes; Collegium Vocale Campinas, com o regente Akira Kawamoto

 

Quando: dias 6 e 7 de dezembro, sexta-feira e sábado, às 20h.

 

Local: Catedral Metropolitana de Campinas (Praça José Bonifácio, s/n, Centro)

 

Entrada gratuita