fbpx

Sinfônica realiza concertos em Nova Odessa e Santo Antônio de Posse

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) apresenta no próximo final de semana concertos gratuitos nas cidades de Nova Odessa e Santo Antônio de Posse. Com patrocínio da Sanasa, a iniciativa tem o objetivo de levar cultura e arte, por meio da música da Sinfônica, para outras cidades da região e mostrar o produto musical de um dos maiores bens culturais de Campinas. A entrada é gratuita.

 

A OSMC completa neste ano, com as apresentações em Nova Odessa e Santo Antônio de Posse, o ciclo “Sinfônica de Campinas visita RMC”. O projeto começou em 2013, quando a Sinfônica iniciou as apresentações pelas cidades que fazem parte da Região Metropolitana de Campinas (RMC).


 

Os concertos deste final de semana serão na próxima sexta-feira, dia 20 de setembro, às 20h, no Teatro Divair Moreira, em Nova Odessa. E no sábado, dia 21 de setembro, às 20 horas, a apresentação será na Paróquia Santo Antônio, em Santo Antônio de Posse.

 

O programa do concerto terá início com a obra “La caravane du Caire, ouverture”, do compositor André Grétry, mais conhecido por suas óperas cômicas. Em seguida, será apresentada a “Sinfonia concertante, K. 364”, do influente compositor austríaco do período clássico Wolfgang Amadeus Mozart. O programa será finalizado com a obra “Symphony No.88, G major”, de Joseph Haydn, um dos mais importantes compositores do período clássico.

 

Sob a regência do maestro titular Victor Hugo Toro, as apresentações da OSMC terão como solistas os músicos pratas da casa Walter Finatto Ansante (violino) e José Elinar Albuquerque Araújo (viola).

 

Presenças no palco

 

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas tem como regente titular o maestro Victor Hugo Toro, que também responde pela direção artística. Nascido em Santiago, no Chile, realizou estudos de regência orquestral e graduou-se pela Faculdade de Artes da Universidade do Chile. Foi vencedor do II Concurso Internacional de Regência Orquestral (Prêmio Osesp), organizado pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e tem sido convidado a reger as mais importantes orquestras de seu país.

 

Além da Osesp, onde foi regente assistente e apresentou importantes peças do repertório universal e brasileiro, tem sido convidado a reger a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, Sinfônicas da Bahia, do Paraná, Porto Alegre, Caxias do Sul, Camerata Antiqua de Curitiba, Sinfônica do Sodre (Uruguai), Filarmônica de Montevidéu, da Universidade Nacional de Cuyo (Argentina), de Rosário (Argentina) e Filarmônica da Universidade Nacional Autônoma do México (OFUNAM). 

 

Junto ao trabalho com orquestras jovens de seu país, Victor Hugo Toro é também compositor e suas obras têm sido interpretadas por diversos grupos sinfônicos e de câmara. Ele foi escolhido um dos 100 líderes jovens do Chile pelo jornal “El Mercurio” e recebeu uma homenagem da Câmara Municipal de São Paulo pelo seu trabalho em prol da música, da sociedade paulistana e do intercâmbio cultural entre Chile e Brasil. Também foi regente principal da Orquestra Sinfônica do Sodre, em Uruguai e regente residente da Companhia Brasileira de Ópera, com quem realizou uma grande tournée de 89 espetáculos por 15 cidades brasileiras. 

 

Recentemente, Toro foi laureado pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino com a Ordem do Mérito Cultural “Carlos Gomes” com o grau de comendador, e recebeu da Câmara Municipal de Campinas a medalha “Carlos Gomes”, pelos relevantes serviços prestados à cidade.  

 

Walter Finatto Ansante (violino)

 

Mestre em Música (violino) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Walter Finatto Ansante iniciou seus estudos de violino aos 8 anos de idade no Conservatório Carlos Gomes onde, por ocasião de sua formatura, recebeu a medalha Ordem do Coreto, prêmio este concedido aos alunos de maior destaque.

 

Na Orquestra Sinfônica de Campinas, ele ocupa a posição de Solista I e, desde 2006, tem atuado como Spalla. Junto a Orquestra participou de turnês nacionais e internacionais da Orquestra e da gravação de vários CDs.

 

Estudou com os professores: Elisa Fukuda, Cecília Guida, Natan Schwartzman, Frederico Barreto, Moacyr Del Picchia, Maria Vischnia e Erich Lehninger. Participou de Master Classes sob orientação dos professores: Haldan Martinson (EUA), Eva Szekely (EUA), Natalia Alenitsyna (Rússia), e Yang Liu (China). Também participou de festivais de música em Tatuí, Londrina e Campinas (Unicamp) e de vários concursos de música dentre os quais se destaca o prêmio de 2º lugar no Concurso Paulo Bosísio em Juiz de Fora em 2001. 

 

Foi 1º violino do Quarteto de São José dos Campos e Spalla da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos.Como solista apresentou-se à frente das seguintes orquestras: Sinfônica de Campinas, Sinfônica da Unicamp, Sinfônica de São José dos Campos, Sinfônica de Americana, Sinfônica de Bragança Paulista, Orquestra de Câmara de Campinas, Filarmônica de Campinas e Orquestra de Câmera da Metrocamp.

 

Atuou como Spalla ou Solista junto aos Maestros: Karl Martin (Suíça), Aylton Escobar, José Maria Florêncio, Victor Hugo Toro (Chile), Roberto Tibiriçá, Ligia Amadio, Cláudio Cruz, Jamil Maluf, Alessandro Sangiorgi (Itália), David Del Pino Klinge (Peru), Gianluca Martinenghi (Itália), Lanfranco Marcelletti, Renchang Fu (China), Elena Herrera (Cuba), Enrique Diemecke (México) entre outros.

 

Também atuou como Spalla convidado da Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra de Câmara Paulista e Orquestra Sinfônica da Unicamp.

 

José Elinar Albuquerque Araújo (viola)

 

Iniciou seus estudos no Centro de Formação de Instrumentistas de Cordas da UFC-Sesi, tendo viola como instrumento. Em 1996 ingressou no curso de viola do Conservatório de Tatuí, concluindo seus estudos em 1999, sob a orientação do Professor Dario Sotelo. 

 

Atualmente, atua como solista I da Orquestra Sinfônica de Municipal de Campinas. Em 2003, passou no concurso para solista II da OSMC.

 

Em 2003, também ingressou na Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) e em 2013 ingressou na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), ambos sob a orientação do Professor Emerson di Biaggi. Participou da Orquestra Sinfônica Jovem, Camerata Tatuí, Orquestra Sinfônica Paulista e Orquestra Sinfônica de São José dos Campos. Em 2003 participou do Concurso Nacional de Cordas, Professor Paulo Bosísio em Juiz de Fora, obtendo o segundo lugar como premiação. 

 

No mesmo ano passou no concurso para solista II da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, onde atua hoje como solista I. Participou de diversos Festivais, tais como Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Itu, Festival Internacional de Música da Unicamp, e participou de Masterclass com Barbara Westphall, Laura Wincox, Peter Pass, Xavier Inchaust, Alessandro Borgomanero, Pablo de Leon, o qual o instrui atualmente. 

 

 

Serviço:

 

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas Visita a RMC

 

Data: 20/09, sexta-feira, às 20h

Local: Teatro Divair Moreira

Endereço: Rua do Tamboril, nº 140, Jardim das Palmeiras, em Nova Odessa 

Entrada gratuita

 

Data: 21/09, sábado, às 20h

Local: Paróquia Santo Antônio

Endereço: Paróquia Santo Antônio, na Rua Santo Antônio, nº355, em Santo Antônio de Posse