Conecte-se conosco

Policial

Vídeo mostra discussão antes de atropelamento fatal no Cambuí

Publicado

em

As imagens das câmeras de segurança da padaria Pão do Cambuí obtidas nesta terça-feira (26) pela EPTV Campinas mostram a discussão entre o neurocirurgião Mário Sérgio da Silva, de 50 anos, e o empresário Odair Fernando Dimas de Barros, de 64, suspeito de matá-lo na semana passada no Cambuí, em Campinas.

A Polícia Civil concluiu nesta terça o inquérito sobre a morte do médico e, agora, o relatório final será encaminhado à Justiça de Campinas. Barros foi indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Nesta segunda-feira (25), o empresário foi solto mediante alvará de soltura. Ele estava preso desde o dia do crime no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Limeira e aguardará o resto do julgamento em liberdade.


As imagens mostram quase sete minutos da discussão dentro da padaria. Primeiro, o neurocirurgião é visto discutindo por seis minutos com a funcionária do caixa do estabelecimento. Ele aparenta estar nervoso e levanta diversas vezes o braço contra ela. O motivo da discussão, segundo testemunhas, foi o preço cobrado por uma pizza. No 6º minuto, aparece o empresário.

Os dois, então, começam a discutir. Essa cena dura cerca de um minuto. Silva começa então a sair da padaria, mas ainda gritando com Barros. Os dois teriam se xingado de “palhaço” e “retardado”, e Silva disse que os dois acertassem tudo “lá fora”. Um segurança conteve o médico e o empurrou para fora do comércio.   No entanto, o médico não foi embora e ficou esperando o empresário do lado de fora. Quando Barros saiu, os dois voltaram a discutir, mas mais uma vez o vigilante conteve a situação e tentou acalmar Silva. O empresário foi então em direção ao seu carro que estava no estacionamento e entra no veículo, uma S10 prata. Ao sair, Silva escapou do segurança, correu e o acidente aconteceu. As imagens das câmeras de seguranças não mostram o momento do atropelamento.

No entanto, pouco tempo depois, vê-se a movimentação de funcionários. A câmera de fora da padaria mostra ainda a chegada do resgate. No depoimento, o empresário disse que Silva se jogou sobre o capô da caminhonete e depois caiu. Ele afirmou nem ter percebido que atropelou Silva. Ele morreu no local. Segundo o laudo da perícia, a causa da morte foi esmagamento da traqueia pelo pneu dianteiro direito do veículo.

DEPOIMENTOS A Polícia ouviu testemunhas do caso. “O mais importante foi o depoimento do segurança, que acompanhou desde o início até o final”, explicou o delegado do caso, José Roberto Rocha Soares, do 13º DP (Distrito Policial), responsável pelo caso.

OUTRO LADO A EPTV Campinas entrou em contato com o advogado do empresário, Luiz Roberto Teixeira do Nascimento. Ele disse que agora vai esperar pra ver se o MP (Ministério Público) vai prosseguir com a denúncia, mas que o inquérito indica mais um “acidente” que a tentativa deliberada de seu cliente matar o médico.

Fonte: https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/policia/NOT,0,0,1466028,video+mostra+discussao+antes+de+atropelamento+fatal+no+cambui.aspx