fbpx

Aprendizes de Costura Industrial relatam emoção de fazer uniformes escolares

Muitas têm filhos nas escolas municipais e estão orgulhosas do trabalho

As aprendizes do curso de Costura Industrial estão na fase final da confecção dos uniformes escolares dos alunos da rede municipal, no CQPP (Centro de Qualificação Pessoal e Profissional), projeto desenvolvido pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. A alegria está estampada no rosto das mulheres, que começaram a produção em agosto de 2018.


“As aulas me preparam para eu ter uma noção mais ampla de como atuar na área de confecção, além de ajudar na minha renda, que já aumentou em 80%. Eu sinto como se fizesse parte de cada família de Hortolândia por ter participado do processo de produção dos uniformes”, observou a aprendiz Maria Ednalva da Silva, de 37 anos, moradora do Recanto do Sol.

Os sentimentos das aprendizes que confeccionam os uniformes é ainda mais forte quando o assunto é preparar as peças para os próprios filhos. “Eu ganhei muito conhecimento na área de costura industrial e, ao mesmo tempo, me sinto muito orgulhosa por fazer parte da turma que confeccionou os uniformes dos alunos de Hortolândia, principalmente, por ter saído da minha mão a peça que meu filho usará para ir à escola”, destacou a aprendiz Maria Cristina Braga Silva, de 43 anos, moradora do Novo Ângulo, e mãe da Yasmin Aparecida da Silva, de 9 anos, estudante da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Salvador Zacharias Pereira Junior.

A aprendiz, Nisleidy Diuciny  Chagas do Amaral, de 28 anos, passou a amar a costura depois de ter começado o curso. “Meu pai foi a inspiração   para eu dar meus primeiros passos na área de costura. Por muito tempo eu fui resistente, mas depois que fui informada sobre o curso na cidade, decidi me inscrever e me apaixonei pela profissão. Futuramente pretendo abrir meu próprio negócio”, enfatizou Amaral.

As cerca de 60 aprendizes do curso confeccionaram 125 mil peças de uniformes. A formatura da turma do curso de Costura Industrial será no final de 2019. Durante o curso, as aprendizes recebem auxílio-bolsa no valor de R$ 710, que faz parte do Programa Acerte (Ação Cidadã de Requalificação, de Trabalho e Educação).