Connect with us

Cultura & Lazer

Concertos da Sinfônica neste fim de semana homenageiam Beethoven

Depois do sucesso dos concertos do último final de semana, o genial Beethoven volta a aquecer os corações do público em mais um programa do ciclo dedicado à produção pianística do compositor. Nos próximos sábado e domingo, dias 26 e 27 de agosto, no Teatro Castro Mendes, a Sinfônica de Campinas interpreta mais três obras do músico com a participação dos pianistas Pedro Brack, Leandro Motta e Lucas Gonçalves.

Sobre os solistas


Natural de São Paulo, Pedro Brack iniciou sua formação em piano em 2010 com a professora Leila Mutanen, na Emesmp. Em 2015 começou o curso de bacharelado em piano na USP, sob a orientação de Luciana Sayure, com quem estuda atualmente. Foi bolsista no 47º Festival Internacional de Campos do Jordão, e do 3º e do 4º Encontro Internacional de Pianistas de Piracicaba. Neste ano, participou do Piracicaba International Piano Concerto Competition, no qual recebeu o 2º lugar em sua categoria e o prêmio Mentorship Award. Especialmente para o concerto com a Sinfônica de Campinas, Pedro Brack compôs sua própria cadência.

Leandro Motta nasceu em Guarulhos e iniciou seus estudos de piano erudito aos 10 anos. Participou de vários concurso de piano, dentre os quais obteve o primeiro lugar no concurso Souza Lima, em 2014, quando foi premiado com uma viagem para participar do Festival de Verão na escola Hotchkiss School, nos Estados Unidos. Recebeu o primeiro lugar no concurso jovens solistas Eleazar de Carvalho de 2016 e no Piracicaba International Piano Concerto Competition. Participou de várias edições do Festival Música nas Montanhas e como bolsista no Festival de Inverno de Campos de Jordão em 2016 e 2017. Atualmente estuda sob orientação das professoras Luciana Sayure e Marisa Rosana Lacorte.

Lucas Gonçalves formou-se na Escola Técnica de Música de Cubatão, orientado por Josvâine Santos e Ciro Dias. Vencedor dos concursos Souza Lima, ArtLivre, Lorenzo Fernandez, Arnaldo Estrella, Internacional Osvaldo Lacerda, Jovens Solistas Eleazar de Carvalho, Jovens Solistas CMU/OCAM e Piracicaba International Piano Competition. Como solista, tocou com a Banda Sinfônica de Cubatão, Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, Orquestra de Câmara da USP e Orquestra Experimental de Repertório. Formando do curso de piano da USP, estuda com Eduardo Monteiro e Luciana Sayure. É pianista da Orquestra Experimental de Repertório e professor de piano no Instituto Fukuda.

Obras
Sobre as obras, as considerações são do pesquisador Leonardo Augusto Cardoso de Oliveira.

Concerto para Piano em Ré Maior, Anh. 7
Em 1888, o musicólogo alemão Guido Adler achou uma partitura de um primeiro movimento de um concerto para piano inacabado. O manuscrito tinha sido copiado por um músico de Praga chamado Joseph Bezecny com o título “Concerto em Ré para piano e orquestra de L. van Beethoven”. No início, muitos musicólogos não estavam convencidos que esta fosse de fato uma obra de Beethoven e pensavam que era um movimento perdido de um concerto para piano do compositor boêmio Jan Joseph Rosler. Na atualidade está aceito que a obra é de Beethoven e representa seu estilo composicional aos 20 anos, de quem acabava de conhecer as obras de Mozart e Haydn.

Concerto para Piano N.º 3, Op. 37
Comparado aos concertos para piano anteriores, este possui uma ruptura maior ao período clássico, mesmo Beethoven tendo aderido ao estilo. Notamos sua escrita em uma tonalidade menor, raramente executada em concertos antecedentes. Alguns trechos na parte do solo não foram escritas no manuscrito do compositor, mas sim adicionadas posteriormente. Diz-se que na estreia da obra, Beethoven tocou essas passagens de memória pois não teria tido tempo suficiente para escrevê-las.

Concerto para Piano em Ré Maior, Op. 61a – Transcrição do Concerto para Violino em Ré Maior, Op. 61
Esse concerto foi inicialmente escrito para violino, entretanto, a pedido de Muzio Clementi, Beethoven fez uma adaptação para piano que não é tão conhecida e tocada como a versão para violino. Algumas adaptações foram feitas, mas de forma geral, o compositor sabia que tinha uma obra muito bem feita e não precisava de muitas adaptações para o outro instrumento, que ganhou um acompanhamento para mão esquerda e outras cadências.

Programa

Ludwig Van Beethoven (Bonn, 1770 – Viena, 1827)

Concerto para Piano em Ré Maior, Anh. 7 – 14’
Primeiro Movimento
PEDRO BRACK, solista (piano)

Concerto para Piano n.º 3, Op. 37 – 34’
Allegro con brio
Largo
Rondo. Allegro – Presto
LEANDRO MOTTA, solista (piano)

Concerto para piano em Ré Maior, Op. 61a – 42’
Transcrição do Concerto para Violino em Ré Maior, Op. 61
Allegro, ma non troppo
Larghetto
Rondo. Allegro
LUCAS GONÇALVES, solista (piano)

Serviço
Orquestra Sinfônica de Campinas
Victor Hugo Toro, regente
Quando: sábado, 26 de agosto, 20h
domingo, 27 de agosto, 11h
Onde: Teatro Castro Mendes (Praça Correa de Lemos, s/nº, Vila Industrial. Campinas). Telefone (19) 3272-9359.
Ingressos: sábado – R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados), R$ 10,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências), R$ 5,00 (estudantes das redes municipal e estadual).
domingo – valor promocional: R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (meia entrada); R$ 2,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências); R$ 1,00 (estudantes das redes municipal e estadual).
Classificação indicativa: 6 anos.

Continue Reading
Publicidade

Copyright ©2014-2020 NoticiasCampinas.com.br. Todos os direitos reservados.